sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Underworld: Guerras de Sangue

Bem, mais um filme do universo Underworld. Talvez seja um bocado suspeito eu fazer uma critica a um filme desta saga tendo em conta o quanto eu gosto deste género, mas como isto é o meu espaço pessoal e eu gosto de escrever por aquilo que me agrada, vou tentar ser o mais fiel possível aquilo que eu senti durante o novo Underworld: Guerras de Sangue. E já agora antes de continuar de referir que aquando da minha passagem para o blogspot, o primeiro filme sobre o qual me debrucei foi Underworld: O Despertar, e já lá vão quatro anos desde esse acontecimento.


Mas falemos então do filme e daquilo que eu achei acerca dele. Primeiro dizer que só o facto de manter a Kate Beckinsale no papel principal já é um grande ponto a favor. Foi com ela que a saga começou e acho que ela é um ponto bem importante deste universo. Não só pela personagem que faz, que tem muito para contar, mas também por ser uma atriz que aprecio bastante.



Neste novo Underworld vamos muito além da simples guerra entre vampiros e lycans, passando para um mundo já algo ascendente, digamos que passamos um pouco para o lado do divino. Não sei se este ponto me agradou assim tanto, pois algo que sempre apreciei nestes filmes foi a sua dedicação para com a realidade. Sempre mantendo aquele ponto que simulava o real. Como por exemplo a descendência dos vampiros e lycans que deriva de um humano com genes modificados. Temos uma irrealidade que sempre tomou conta e perceção em aspetos reais, enquanto agora foge bastante mais para o divino, mas é um ponto.

O filme é também um típico Underworld, seja em questão às interpretações, ou aos seus efeitos. Um filme que não promete fundos e mundos e apresenta exatamente isso. Filme simples com uma história que por vezes pode se tornar confusa, mas ao final das contas dá para se perceber perfeitamente. Não é o filme perfeito, mas é uma bela entrada na série, deixando ainda possibilidade para mais filmes.

Alguns dizem que a série não precisava de mais filmes e que este é só mais um, mas para mim que tanto gosto deste género de filmes, é sempre bem-vindo quando me proporcionam mais um serão no cinema. Já não são propriamente comuns filmes deste género que excedam as expetativas, por isso fui para este filme com elas bem baixas. Entusiasmado por ver mais uma vez a Selene, mas sempre considerando que estes não são obras primas, por isso mantendo uma ideia daquilo que o filme poderia fazer.

Em suma Underworld: Guerras de Sangue é um filme que valeu a pena ir ver, mas acredito que para muitos de vós seja um filme a aguardar por uma versão de casa. Não é aquele obrigatório no cinema, a não ser que sejam completamente afincados na serie. Gostei e quero repetir a experiência e espero, muito sinceramente que estes possam continuar, pois estarei aqui para os poder ver.

Nota: 6/10
Eduardo Rodrigues
Escrito por:

Nascido em Coimbra, a residir bem perto e a estudar cá. Considero-me um geek, um devorador de filmes e adoro ler um bom Comic. Gosto de videojogos e adoro o mundo Nintendo. Tenho uma pequena coleção que vai desde a Mega Drive até à Wii U. Adepto quase fanático da Briosa e um assistente fervoroso no estádio.

  • 0Blogger
  • Facebook

Deixa o teu comentário

Enviar um comentário