The Hunger Games: Em Chamas

Panem está de volta. O famoso universo futuristico criado por Suzane Collins esta de regresso ao cinema com a sequela de Jogos da Fome. Depois de uma primeira adaptação tao interessante a continuação desta saga estava na expectativa de todos os fãs. Parece que acertaram novamente, com um filme carregado de emoções fortes e muita ação.


As personagens que tanto deram que falar depois do primeiro filme estão de volta à aventura e agora encontramos uma construção mais adulta de cada personagem. É interessante ver como os atores conseguiram moldar-se a estas mudanças. Acho que todos eles conseguem manter e até mesmo elevar o seu estatuto já deixado do filme anterior. Adorei algumas personagens que surgem agora e que tornam várias situações mais interessantes. Irreverencia e mudança é a palavra de ordem. A história ajuda a este crescimento. Enquanto na introdução a este universo dava impressão de parecer um mundo imaginário, agora encontramos um enredo mais sério e muito mais critico ao que a realidade nos apresenta. Nesse ponto nota 10.



Temos aqui um título que concilia muito bem vários pontos. Da adaptação nao posso me referir, pois nunca li os livros, mas que a história esta a funcionar no cinema isso posso dizer. Penso que mesmo que esteja muito fora do que o livro apresente os únicos que podem ficar desiludidos são os fãs mais acérrimos dos livros. No que toca ao resto do público com certeza que vão ficar agradados.

Em suma é um filme a ter em conta. Apresenta-nos um universo interessante e que podemos bem comparar com alguma da nossa realidade. Personagens continuam bem estruturadas e os atores fazem o seu papel. Acho por bem o facto de o romance típico de uma história destas estar sempre paralelo ao resto do conteúdo e não ser o foco principal, assim agrada a mais publico. É sem dúvida um filme que recomendo e agora resta-me aguardar pelo final desta aventura que será dividido em dois filmes - não sei se me agrada.

7
The Hunger Games: Em Chamas
Eduardo Rodrigues
Escrito por:

Nascido em Coimbra, a residir bem perto e a estudar cá. Considero-me um geek, um devorador de filmes e adoro ler um bom Comic. Gosto de videojogos e adoro o mundo Nintendo. Tenho uma pequena coleção que vai desde a Mega Drive até à Wii U. Adepto quase fanático da Briosa e um assistente fervoroso no estádio.

Sem comentários:

Enviar um comentário