Godzilla

O rei dos monstros está de regresso neste reboot gigantesco. Godzilla é o verdadeiro reboot deste monstro gigantesco e sim, podem esquecer o filme de 1998 e coloca-lo bem fundo nas vossas memórias porque aqui temos o verdadeiro Godzilla.


Um título que merece o seu destaque pela sua história bem baseada no original japonês. A forma como a história foi construída conseguiu-me agarrar em todo ele, algo que me surpreendeu tendo em conta a temática do filme. A construção em volta dos monstros e dos protagonistas dá um ar mais realista e significativo a todo o filme.



Os efeitos especiais são dos pontos mais fortes deste filme e conseguem surpreender pelo seu realismo em certas partes. Os monstros que surgem durante o filme são gigantescos e isso está tão bem construído que parece demasiado natural para ser um filme. A própria impotência dos homens em fazer seja o que for aos monstros mostra isso mesmo.

É um filme onde Godzilla é o protagonista, mas nunca esquecendo a parte mais humana, com uma trama que junta vários atores em papeis normais para o assunto, nada de especial a declarar. O filme surge assim, quase como dividido em duas secções, uma primeira mais tranquila onde a trama referida é desenvolvida e depois uma segunda parte onde os monstros ganham o total destaque.

Godzilla é um filme a ver num cinema ou com um bom sistema em casa, pois as suas características técnicas apenas podem ser deslumbradas num ambiente de cinema, com um bom ecrã e um bom sistema de som. Sem dúvida um filme a dar uma oportunidade e que pode surpreender muita gente. Uma nova vida a um monstro que tão mal tratado foi na última tentativa de reboot feita em 1998.

7
Godzilla
Eduardo Rodrigues
Escrito por:

Nascido em Coimbra, a residir bem perto e a estudar cá. Considero-me um geek, um devorador de filmes e adoro ler um bom Comic. Gosto de videojogos e adoro o mundo Nintendo. Tenho uma pequena coleção que vai desde a Mega Drive até à Wii U. Adepto quase fanático da Briosa e um assistente fervoroso no estádio.

Sem comentários:

Enviar um comentário