Transformers: Era da Extinção

Finalmente uma passagem para algo interessante, com uma pitada de mais do mesmo. Transformers: Era da Extinção é já o quarto título da saga e ao que tudo indica o último realizado por Michael Bay, ainda teve direito a uma renovação de elenco e ainda bem.


Apesar de Shia LaBeouf ser um elemento essencial na cultura Transformers, visto que protagonizava Sam, que é o aliado de Optimus naqueles velhinhos desenhos animados, esta mudança de elenco veio trazer uma grande lufada de ar fresco à série.



Mark Wahlberg é um membro que vem trazer mais maturidade ao grupo humano e as cenas de ação são mais completas com o próprio à mistura. Temos novamente a menina bonita e sempre maquilhada, que não podia mesmo faltar, mas que incrivelmente neste filme não tem aquele enorme destaque dos anteriores.

A história esta agora mais complexa e dá aos humanos o destaque que é preciso, tendo sempre os robôs como plano de fundo, algo que nos últimos dois filmes parecia se ter perdido.

Os efeitos especiais são aquilo a que estamos habituados nesta saga e no seu criador. Uma realização muito dinâmica e bem diferente. O ângulo que Bay usa em diversas cenas dá toda uma sensação diferente às diferentes cenas, mostrando quase uma grandeza aos próprios humanos, tendo em conta os enormes robôs. Os Dinobots foram algo diferente e grandioso dentro do já "enorme" filme.

Em suma temos aqui um título que finalmente posso considerar melhor que os seus anteriores. O seu novo respiro veio trazer algo positivo à saga e espero que assim se mantenha. É verdade que em grande parte continua a ser mais do mesmo, mas por outro lado este filme empolgou-me durante a sua duração, coisa que o anterior pouco fez. Para quem gosta deste género de filmes vale bem a pena dar uma chance.

7
Transformers: Era da Extinção
Eduardo Rodrigues
Escrito por:

Nascido em Coimbra, a residir bem perto e a estudar cá. Considero-me um geek, um devorador de filmes e adoro ler um bom Comic. Gosto de videojogos e adoro o mundo Nintendo. Tenho uma pequena coleção que vai desde a Mega Drive até à Wii U. Adepto quase fanático da Briosa e um assistente fervoroso no estádio.

Sem comentários:

Enviar um comentário