Insurgente

Bem, com uma ida ao cinema inesperada acabei por ver este Insurgente, o segundo da saga Divergente. Apesar de não ter estado presente numa sessão de cinema do primeiro filme, acabei por vê-lo e até achar piada a algumas coisas. Assim sendo arranquei para esta sequela com a esperança, que pelo menos os valores de produção aumentassem, dado que o budget para o filme foi superior ao primeiro.


A ideia da história desde o primeiro que me agrada e não acho que seja uma má ideia, talvez com uma exploração e abordagem diferente, não tão romântica quero eu dizer, pudesse criar-se algo muito interessante na área da ficção/ação, mas não é bem isso que temos. Apesar disso, um dos pontos que me mantém interessado em ver estes filmes é mesmo a ideia da trama, tendo em conta que depois a história entre personagens não é propriamente o mais interessante.



Tendo em conta isso tudo, as personagens são aquilo que são e nada mais. O desenvolvimento e crescimento das mesmas é evidente, como em todo o filme do género. Mas as situações em que estas são colocadas era muito evitado. Por várias vezes temos a personagem principal colocada em situações limite de vida que não faz sentido, tendo em conta que ela é aquele género de personagem imortal, - spoiler alert, ela não morre! - algo que seria o mais lógico nas personagens que a rodeiam.

Falando agora do ponto inicial, em termos de valor de produção está realmente melhor. Nota-se muito bem que foi muito mais dinheiro investido, tornando toda a imagem e efeitos bem mais agradáveis de se ver e também mais naturais ao mundo inserido. É sem duvida um dos pontos favoráveis ao filme e que, apesar dos vários problemas e clichés que toda a trama contém, pode-se ter uma boa sessão visual.

Em suma um filme bem mais interessante que o primeiro em todos os aspectos, incluindo a história. Esta que me surpreendeu bastante no final, com uma reviravolta que sinceramente não estava nada à espera. Para quem ainda não leu os livros e não conhece minimamente a história vai ser bem interessante e surpreendente. Uma imagem que é um dos pontos mais favoráveis, tornando este capítulo bem mais visualmente agradável.

É um título que pode entreter alguns, assim como pode aborrecer muitos. Tem algumas partes melhores outras menos boas. O inicio e o fim são talvez os momentos mais cativantes, enquanto o meio e consequente desenvolvimento da história é algo aborrecido e que me deixou com algumas dúvidas se conseguia manter-me desperto até ao final. Incrivelmente no fim ficou bem melhor e acaba de forma bem interessante. Um filme a considerar para uma boa sessão da tarde, mas não vale os 6,70€ do bilhete mais caro da NOS.

5
Insurgente
Assim Assim
Eduardo Rodrigues
Escrito por:

Nascido em Coimbra, a residir bem perto e a estudar cá. Considero-me um geek, um devorador de filmes e adoro ler um bom Comic. Gosto de videojogos e adoro o mundo Nintendo. Tenho uma pequena coleção que vai desde a Mega Drive até à Wii U. Adepto quase fanático da Briosa e um assistente fervoroso no estádio.

Sem comentários:

Enviar um comentário