Má Vizinhança 2

Bem, Má Vizinhança foi uma comédia que me surpreendeu pela positiva, pelo menos o primeiro. Este segundo chegou um pouco de surpresa e sem saber muito bem o que esperar lá aproveitei a festa do cinema, que a NOS providenciou pelo segundo ano consecutivo para ir ver este título de comédia.


O elenco, em parte mantém-se, mas leva com uma nova dose de personagens, desta vez femininas. Quando a vida do casal interpretado por Seth Rogen e Rose Byrne, pensa que agora vão ter a vida perfeita e conseguem o sossego que tanto lutaram, chega um grupo de raparigas que prometem fazer um inferno na vizinhança.


Esta é a premissa desta sequela e consegue em certa forma manter a sua pitada de comédia sem exagerar muito e sem fugir muito ao que era o primeiro. Acho que a ideia acabou por ser: Se a fórmula do primeiro resultou, vamos continuar com a mesma. É quase como o Busca Implacável, a trilogia em que a ideia é sempre a mesma.

Se o filme podia ser um autentico desastre, até podia, mas acontece que o realizador Nicholas Stoller, já experiente nestas andanças das comédias e aliás que manteve-se na realização do primeiro para este segundo filme, consegue manter um ritmo ao nível do primeiro e criar aqui uma sequela de uma comédia bem divertida com uma qualidade equivalente ao seu antecessor.

Em suma, esta sequela consegue trazer a diversão do primeiro sem tentar exagerar muito ou cair no ridículo. É uma boa dose de entretenimento para um serão de domingo à tarde e mais um título interessante na carreira de Seth Rogen.

7
Má Vizinhança 2
Eduardo Rodrigues
Escrito por:

Nascido em Coimbra, a residir bem perto e a estudar cá. Considero-me um geek, um devorador de filmes e adoro ler um bom Comic. Gosto de videojogos e adoro o mundo Nintendo. Tenho uma pequena coleção que vai desde a Mega Drive até à Wii U. Adepto quase fanático da Briosa e um assistente fervoroso no estádio.

Sem comentários:

Enviar um comentário