X-Men: Apocalipse

Mais um filme do universo X-Men. Enquanto a Fox não se entende com Quarteto Fantástico, lá vai conseguindo fazer um trabalho interessante. E agora chega o terceiro desta nova vaga de filmes. Se há algo que Bryan Singer conseguiu trazer, foi o bom trabalho que marcou o inicio de toda esta franquia.


Neste novo filme temos realmente a nova aventura com os mais recentes personagens. Já não há aquela importância de ligar com os antigos filmes, pois isso já foi feito definitivamente no título anterior. Graças a isso temos agora realmente destaque a novos heróis e vilões, digamos a novos mutantes. É bom ver uma história que envereda mais por este lado que propriamente pela sucessiva tentativa de não deslocar nenhum filme da série. Bryan Singer resolveu a situação de forma muito interessante.


Apocalipse não é o melhor filme desta nova levada de filmes X-Men, mas sem dúvida que consegue manter-se positivamente agradável. No que toca a realização e ao enredo que compõe este filme podemos ter garantias de ver um filme ao nível dos anteriores, já nos efeitos especiais algo se passou. Ou não houve tanto dinheiro injectado neste filme, ou não sei, visto que os efeitos especiais não estão algo de fantástico comparado com outros filmes do género. Houve momentos que me fazia recordar os filmes do inicio do milénio, onde os efeitos estavam a ganhar força, mas ainda lhes faltava algo para ser mesmo brutais.

Algo falhou neste aspecto, mas apesar de tudo não considero que tenha sido um péssimo filme, apenas que podia ter algumas coisas melhores. A verdade é que a Fox levou uma grande pancada com o último Fantastic Four e para os filmes que estrearam este ano, com a marca da Marvel, houve menos dinheiro investido. No Deadpool conseguiu-se contornar, já aqui parece não ter sido tão fácil, talvez pela enormidade que este filme teria que ter.

Mesmo com um orçamento três vezes superior ao de Deadpool algo não correu bem quanto à equipa de efeitos visuais e o filme perde muito nesse ponto. Temos de considerar que X-Men Apocalipse trás um dos mais icónicos vilões do universo X-Men e também aquele que mais esforço necessitava para não estragar o vilão. Tem uma história tão rica que não era fácil construir num único filme, mas acho que esse facto acabou por ajudar a ter uma história mais bem trabalhada e estando concentrada neste único filme, acaba por ter toda a informação relevante acerca do vilão.

Em suma achei X-Men Apocalipse um bom filme, que consegue manter a qualidade que Singer sempre trouxe à série, mas que infelizmente tem algumas lacunas no que toca aos efeitos. Não é por isso que o filme se perde completamente, pois também não é algo que esteja completamente horroroso. É um bom pedaço de entretenimento e para os fãs da série no cinema, acredito que vão sair agradados.

7
X-Men: Apocalipse
Eduardo Rodrigues
Escrito por:

Nascido em Coimbra, a residir bem perto e a estudar cá. Considero-me um geek, um devorador de filmes e adoro ler um bom Comic. Gosto de videojogos e adoro o mundo Nintendo. Tenho uma pequena coleção que vai desde a Mega Drive até à Wii U. Adepto quase fanático da Briosa e um assistente fervoroso no estádio.

Sem comentários:

Enviar um comentário