Alien: Covenant

Finalmente chegou a sequela de Prometheus e a nova prequela de Alien. Antes tínhamos uma prequela, agora temos uma prequela que é uma sequela da primeira prequela. Fácil de perceber portanto. Digamos que Ridley Scott prefere manter-se na origem das criaturas assustadoras e deixar a história que está para a frente, pelo menos por enquanto, bem quieta.


Alien: Covenant leva-nos a bordo de uma nova nave com uma nova tripulação. Tal qual como Prometheus, que era também o nome da nave, aqui Covenant é o nome dado aquela nave, desta vez sendo uma colonizadora. Além da pequena tripulação, leva também muitos colonos e fetos. Uma combinação bem interessante para o que se irá passar nas duas horas que acompanham este filme.


Todo o filme, desde a história, aos personagens até aos efeitos e estilo do filme estão entre o que foi Prometheus e com um toque bem mais acentuado do que era Alien. Com toda aquela "poesia" épica que parece ser Prometheus aliado a cenas intensas como Alien tão bem soube oferecer ao cinema de ficção cientifica.

Só uma nota: James Franco merece um Oscar pela maior interpretação da vida dela! Vá estou brincando e sem querer dar spoilers, este ator teve excelentes papeis e já fez trabalhos muito bons, mas a sua participação aqui está qualquer coisa.

Em relação aos restantes personagens, talvez devido a serem colonos nota-se alguma diferença na sua capacidade de exploração. Vão mais preparados em termos de armamento, mas por outro lado temos personagens mais frágeis e que entram em paranoia total. Talvez até de mais em certos pontos. Destaque sem dúvida para Fassbender e para a protagonista Katherine Waterston. Mas um personagem que eu achei bem interessante e ainda mais pelo ator escolhido e que sinceramente não esperava tal interpretação foi mesmo Danny McBride. Ator que oferece uma pitada de humor como só ele sabe, mas nada de escandaloso criando em volta dele momentos bem tensos e interessantes.

Alien: Covenant é realmente um filme bem mais Alien que Prometheus e faz o regresso que realmente a série merecia ao cinema. Eu gosto de Prometheus e acho o filme bem interessante, mas este estilo agora apresentado faz-me sentir muito mais como da primeira vez que vi Alien O Oitavo Passageiro.


8
Alien: Covenant
Muito Bom
Eduardo Rodrigues
Escrito por:

Nascido em Coimbra, a residir bem perto e a estudar cá. Considero-me um geek, um devorador de filmes e adoro ler um bom Comic. Gosto de videojogos e adoro o mundo Nintendo. Tenho uma pequena coleção que vai desde a Mega Drive até à Wii U. Adepto quase fanático da Briosa e um assistente fervoroso no estádio.

Sem comentários:

Enviar um comentário