A deusa do Mar de P.C. Cast


P.C Cast criou esta série, aqui em Portugal nomeada de "O Chamamento da Deusa", sendo o título original da saga "Goddess", com o objetivo de homenagear a mulher e todo o poder feminino que esta envolve. Em cada volume conta uma história que vai envolver uma mulher, uma deusa e uma troca de corpos.

Neste volume a Deusa envolvida é Gaia, a Deusa da Terra e vai-se recriar a história de Ondina, que para quem não sabe é uma sereia que segundo contos, ganhou a forma humana para encontrar o verdadeiro amor.

Christine Canady é Sargento há sete anos e sempre procurou respeito entre os homens que a rodeavam na sua profissão, acabando-se por esconder atrás do seu cargo. Ela acaba por nunca se sentir feminina nem apaixonada, e nunca encontrou o seu verdadeiro lugar no mundo. A história começa no dia em que a Sargento faz 25 anos, em que é apresentado um aniversário triste e um pouco irónico. Triste porque ela passa esse dia sozinha, sem qualquer amigas, tendo como companhia a sua querida televisão e até os próprios pais pensam que ela faz 22 anos; irónico porque ela fica embriagada e tem uma conversa muito esquisita com o seu telefone, cena que ri à gargalhada. Ela acaba por fazer um Chamamento à Deusa Gaia pedindo um pouco mais de cor à sua vida.

No dia seguinte ao seu aniversário, CC parte para uma nova missão em que o avião se despenha no mar e no momento em que ela fica presa nos escombros do avião e pensa que vai morrer, vê uma sereia que a beija e assim, troca de lugar com a princesa Ondina. A partir deste ponto, Christine conhece Gaia, a mãe de Ondina, foge de Sarpedon, que pretende ter a sereia como companheira nem que seja à força, e foi essa razão que fez a Ondina fugir e ir para terra. De forma a escapar do homem, a deusa Gaia permite que CC assume uma forma humana e envia-a para uma terra medieval e que lá tem que se apaixonar por um humano de forma a ficar permanentemente na terra. Mas tudo se complica quando CC se apaixona pelo sereio Dylan.

A história é cativante e mesmo a própria escrita é muito envolvente, causando ao leitor uma vontade de ler o livro num ápice. A narrativa é toda na terceira pessoa, especialmente centrada na Sargento, mas também temos pensamentos e impressões de outras personagens.

Um aspecto menos feliz foi o final do livro que devia ter sido mais desenvolvido, comparando com o resto da história que teve muitos detalhes. Os conselhos que a Deusa comunica a CC acabam por ser aplicáveis à vida real, e assim o leitor tem ali palavras sábias que merecem ser lidas e praticadas. Tal como referi anteriormente, Christine é enviada para uma época medieval, havendo um grande contraste entre a mulher atual e a mulher daquele tempo, o que provoca cenas hilariantes.

Uma dúvida que me ocorreu logo no início era como é que os sereios e sereias tinham relações sexuais... Ah, ficaram com a mesma questão do que eu? Mas eu não vou dizer, para isso vão ter que ler o livro, que a questão é respondida e várias vezes!

A Deusa do Mar é recomendado para todas as mulheres que queiram ter uma deslumbre da nossa força interior, para qualquer romântico incurável e claro para homens que queiram aprender um pouco mais sobre as mulheres.
Cristiana Ramos
Escrito por:

Dividida entre o mundo da Ciência e o mundo Geek. Viciada em livros e em roer as unhas. Espectadora assídua no cinema, especialmente se aparecer um certo Deus com cabelos loiros. Adora filmes de terror. Louca por cães (quase de uma maneira doentia), mas eles são tão fofos! Romântica incurável (apesar de não admitir).  Fã de Friends, GoT e Big Bang Theory. 

Sem comentários:

Enviar um comentário