HBO | Game of Thrones | Temporada 7


A espera foi tanta até esta temporada que os fãs já espumavam por todas as novidades de Game of Thrones que surgissem na internet. O que talvez tenha deixado toda a gente mais desanimada foi a novidade que esta temporada iria chegar mais tarde e ainda por cima com menos episódios. A ansiedade era elevadíssima para esta sétima temporada e esperava-se nada menos que a excelência. Talvez tenha sido esse mesmo o problema de Game of Thrones.

Há um aspeto que ninguém se pode queixar nesta temporada: o seu ritmo. A série avança de uma forma estonteante e acaba por perder demasiado nesse ponto. A história acaba por não ser bem apresentada e leva a demasiados erros. Há acontecimentos que surgem sem qualquer explicação, alguns que acabam demasiado óbvios, outros acontecem tão rápido que nem nos conseguimos ligar aos personagens. Poderia haver uma explicação óbvia para o que aconteceu nesta temporada: os autores da série ficaram sem material dos livros, mas se pensarmos um pouco percebemos que já a temporada anterior carecia disto mesmo e não teve tantos problemas como aqui. Continuo sem perceber o motivo para terem reduzido os episódios, havendo apenas menos tempo para contar a história e acabando por acelerarem aquilo que devia ser muito bem explicado. Deviam lembrar-se que estão muito perto do final da série e é necessário explicar as coisas com clareza para não acontecer como muitas outras séries. Algo que igualmente me deixa triste foi perceber que houve muitas histórias paralelas que foram deixadas para trás e provavelmente nunca irão ter uma explicação mais aprofundada.

A temporada 7 de Game of Thrones está repleta de ação e cheia de bons momentos. Uma produção incrível, cheio de grandes efeitos especiais. Os dragões estão incríveis. Os lobos... Oh calma, que apenas vemos um durante 10 segundos, mais coisa menos coisa. Os momentos principais da temporada são dos melhores que a televisão algumas vez viu. A história tem algumas incoerências e principalmente falta explicar os acontecimentos um pouquinho melhor. Podem ser apenas pormenores que falham, mas num todo deixam um sabor meio amargo. Esperava muito mais e espero que a última temporada, que terá ainda menos episódios e só chegará em 2019, seja algo de incrível e que tenham em atenção cada momento e os façam contar porque afinal de contas estamos a falar do final de uma das grandes séries desta década.
Eduardo Rodrigues
Escrito por:

Nascido em Coimbra, a residir bem perto e a estudar cá. Considero-me um geek, um devorador de filmes e adoro ler um bom Comic. Gosto de videojogos e adoro o mundo Nintendo. Tenho uma pequena coleção que vai desde a Mega Drive até à Wii U. Adepto quase fanático da Briosa e um assistente fervoroso no estádio.

Sem comentários:

Enviar um comentário