Jumanji - Bem-Vindos À Selva

Durante a edição deste ano da Comic Con Portugal tivemos a oportunidade de ver uma ante-estreia muito especial, por vários motivos. Por um lado vimos Jumanji - Bem-Vindos à Selva, com uma série de dias de antecedência. Por outro lado, tivemos a possibilidade de estar alguns segundos com a atriz Madison Iseman, que veio fazer uma pequena introdução ao filme. Infelizmente não temos quaisquer fotos deste evento, pois foi proibida qualquer captação, com risco de sermos expulsos e o material apreendido. Mas vamos falar do filme.


Esta nova entrada na saga Jumanji funciona como um recomeço, mas também como sequela. Acho que a forma como foi criada, sem querer algo muito sério, pegando totalmente no lado humorístico, foi o rótulo para que este filme fosse bom o suficiente. Começando com um grupo de quatro amigos que está no castigo da escola pelas mais diversas razões, encontram uma consola desconhecida para todos. Começam aqui algumas referências bem divertidas. Os dois rapazes, Spencer e Fridge convencem as duas raparigas, Bethany e Martha a jogarem e deixarem um pouco as suas tarefas de lado. Mal estes sabiam que após escolherem os seus personagens acabariam sugados para dentro do jogo.



Depois de estarem, literalmente, dentro do jogo, cada um dos nossos personagens passa a ser representado pelo seu avatar e é aqui que entra: Dr. Smolder Bravestone (Dwayne Johnson), Franklin “Moose” Finbar (Kevin Hart), Ruby Roundhouse (Karen Gillan) e o Professor Sheldon “Shelly” Oberon (Jack Black). Os quatro acabam por descobrir que têm habilidades únicas e principalmente qual o seu objetivo em todo o universo Jumanji. Toda a narrativa avança, literalmente, do mesmo modo que um videojogos, sendo por isso bem familiar para todos aqueles que gostam desse modo de entretenimento.

A realização ficou a cargo de Jake Kasdan, que já está habituado às comédias, tendo criado filmes como Bad Teacher, ou Sex Tape, transformando Jumanji num conjunto de piadas, que vão do princípio ao final do filme, mas sempre dentro do limite do ridículo e ao mesmo tempo não indo para assuntos demasiados sérios, mesmo quando a história assim o requer. O filme não apresenta uma grande profundidade ou mesmo responde a grandes questões, mas pelo menos consegue apresentar algumas ideias aos mais novos de que o trabalho em equipa é importante para a progressão em qualquer história.

Jumanji - Bem-Vindos à Selva é um filme que irá agradar a toda a família e quem sabe uma excelente oportunidade para uma sessão de cinema natalícia. Vai fazer rir do princípio ao fim e é um filme bom o suficiente. Não é excelente e o original continua a ser único. Não estraga o universo em que se insere, dando ao mesmo tempo uma nova ideia de como tudo funciona. É também uma forma de avançar com mais uma leva de filmes dentro do universo.

6
Jumanji - Bem-Vindos À Selva
Satisfatório
Eduardo Rodrigues
Escrito por:

Nascido em Coimbra, a residir bem perto e a estudar cá. Considero-me um geek, um devorador de filmes e adoro ler um bom Comic. Gosto de videojogos e adoro o mundo Nintendo. Tenho uma pequena coleção que vai desde a Mega Drive até à Wii U. Adepto quase fanático da Briosa e um assistente fervoroso no estádio.

Sem comentários:

Enviar um comentário