Os favoritos do mês: Novembro

Novembro foi um mês sem grandes acontecimentos. O blogue esteve um pouco mais parado porque tanto eu como o Eduardo temos andado ocupados com a nossa vida universitária. Enquanto desespero no laboratório porque não obtenho resultados para a minha tese de mestrado, o Eduardo desespera porque tem que entregar um monte de trabalhos. Mas há sempre tempo livre para aproveitar das coisas que mais gostamos! Aqui ficam os favoritos do mês de Novembro.

- A música: Everybody Knows - Sigrid
Da banda sonora do novo filme da DC, Justice League, esta música tem estado a tocar constantemente na minha playlist. A partir do momento que a ouvi no cinema durante o filme que senti um ligação com a música, desde da melodia e mesmo da letra. Sem dúvida uma grande adaptação da música original!


- O livro: Montress de Marjorie Li e Sana Takeda

Novelas gráficas e bandas desenhas não são bem a minha leitura predilecta, apesar de já ter lido algumas, como comics da Marvel e mais recentemente Tony Chu. Mas através da Editora Saída de Emergência aventurei-me mais uma vez na leitura através dos desenhos. Sem dúvida que Monstress me surpreendou e muito! A arte da banda desenhada está linda e juro que era capaz de ficar horas a olhar para os desenhos. A história é muito intensa e pode criar alguma confusão aos leitores porque somos bombardeados com muita informação e muitas questões que não são respondidas neste primeiro volume.

Ler também: Opinião de Monstress de Marjorie Li e Sana Takeda

- O filme: Só para Bravos
O mês de Novembro resultou em 4 idas ao cinema. O novo filme do Jigsaw surpreendeu bastante, esperavámos mais do mesmo, mas resultou num filme mediano e não num desastre. A segunda ida foi para vermos Um crime no Expresso do Oriente. Nunca li nada de Agatha Christie (eu sei, shame on me!) mas depois deste magnífico filme fiquei com muita vontade de experimentar a escritora! Adorei o filme e adorei a personagem do Hercule Poirot. Tivemos a oportunidade de ver a Liga da Justiça em iMAX e bem... Saí do cinema um pouco desiludida com o filme. Depois da bela experiência que tive com a Wonder Woman, Justice League acabou por ser uma facada nas costas. A história está rápida demais, como se tivesse cortada. Ah sim, ela está cortada! Retiraram mais de 45 minutos de filme. Odiei o vilão. E na minha opinião, foi um filme de Batman, Superman e Wonder Woman, os outros três estavam apenas a enfeitar o  cenário. O grande filme do mês foi sem dúvida Só para Bravos. Fui completamente apanhada de surpresa pelo final, fiquei de rastos durante umas horas. Um filme que me tocou bastante no coração e que me fez sofrer, talvez até demais. 
Ler também: Opinião do filme Só para Bravos

- O acontecimento: Primeira experiência em iMAX
No dia 14 de Novembro, tivemos a sorte de ter a nossa primeira experiência numa sala de cinema iMAX. Consegui ganhar bilhetes duplos para a ante-estreia do filme Justice League e lá fomos nós de Coimbra até Matosinhos só para viver esta experiência. E qual é o meu feedback? Tenho que vos dizer que apesar de ser uma experiência muito boa, nunca daria 12€ para ver um filme em iMAX. Adorei o som da sala e o facto das cadeiras tremerem com a intensidade do som foi algo espectacular porque fez com que vivesse de forma mais real o filme. Quanto ao ecrã, é enormeeee! Na minha opinião até grande demais. Isto porque eu e o Eduardo ficámos exatamente a meio da sala e eu tive que deixar de ler as legendas, porque ao ler o meu campo de visão não conseguia enxergar todo o ecrã. O 3D é simplesmente fantástico, muito melhor do que aquele que está presente nas salas normais de cinema. Até tive que me desviar de uma seta da Wonder Woman


Cristiana Ramos
Escrito por:

Dividida entre o mundo da Ciência e o mundo Geek. Viciada em livros e em roer as unhas. Espectadora assídua no cinema, especialmente se aparecer um certo Deus com cabelos loiros. Adora filmes de terror. Louca por cães (quase de uma maneira doentia), mas eles são tão fofos! Romântica incurável (apesar de não admitir).  Fã de Friends, GoT e Big Bang Theory. 

Sem comentários:

Enviar um comentário