Flashback ao Iberanime Lisboa 2018


Ainda não tínhamos tido oportunidade de escrever um pouco sobre a edição 2018 do Iberanime Lisboa. A nossa primeira experiência neste evento foi apenas uma, no Porto no ano passado e por isso estávamos bastante entusiasmados para estar em Lisboa e perceber quais eram as verdadeiras diferenças entre os dois eventos. Bem para começar as pessoas. A verdade é que em Lisboa acaba por reunir muito mais público, o que também leva a uma enorme fila de entrada. Dentro do Altice Arena também não é muito fácil, tendo em conta o número de pessoas e o espaço reduzido dos corredores, mas no meio da confusão e depois de alguns encontrões lá começamos a perceber como é que aquilo estava organizado. Dos locais mais interessantes e onde até acabamos por passar mais tempo foi nos corredores que circundam o pavilhão. Esses corredores, bem mais largos continham várias bancas, de um lado relacionadas com o Iberanime, enquanto do outro lado do pavilhão relacionadas com o Eurogamer Portugal Fest e era assim que todo o pavilhão se encontrava dividido.

O que vimos e conhecemos?
Como sempre, muitos cosplayers. Já tem vindo a ser um hábito, e podem ver um conjunto de fotografias em baixo, tentar-mos apresentar-nos e conhecer o maior número de cosplayers possíveis. Talvez pelo calor que se fazia sentir e também pelo espaço que muitos já devem conhecer, sentimos que os cosplays eram menos complexos.

Além dos cosplayers passamos por algumas bancas onde acabamos a ter alguns bons momentos. De referir a Home Games Studio, por apresentar o seu jogo -Dark Things About- e dar uma mini-entrevista, a banca Vitrality, em que nos divertimos imenso ao retirarmos 80 rifas para conseguir um prémio! Conhecemos pessoalmente o Jamil da MagicShot!

Cosplay World Masters
Algo que nós queríamos mesmo ver era o Cosplay World Masters. Também queríamos assistir ao Cosplay de Grupo, porque adorámos o que vimos no Iberanime Porto 2017, mas como fomos apenas um dia e havia tanto para ver ao mesmo tempo que tivemos por optar. E mais uma vez ficámos deslumbrados com os cosplay apresentados. Era notável o profissionalismo em cada fato e havia alguns que nos deixaram de boca aberta. Um espetáculo que qualquer amante de cosplay não pode falhar! Não concordámos com a entrega dos prémios mas quem decidia não erámos nós!


Apesar de termos gostado muito do dia e de querer repetir para o ano, houve alguns aspectos que nos fizeram torcer o nariz. Um evento que tem tantos anos em Lisboa e notava-se alguma falta de organização. Acho que o maior problema foi o espaço. O Altice Arena pareceu-me pequeno para albergar dois eventos deste tamanho, ou seja, havia sítios que parecíamos sardinha enlatada. Uma consequência disto: o calor. Tivemos que vir várias vezes à rua para apanhar ar fresco e nós estavamos de manga curta. Tive pena dos cosplayers que vestiam roupa mais pesada...  Outra falha da organização foi na entrada para Press/convidados. Demorámos tanto tempo a entrar como os nossos amigos que estavam na fila normal, e eles tinham dezenas e dezenas de pessoas à frente deles e nós tínhamos meia dúzia de pessoas. O motivo? Não percebemos muito bem mas um dos grandes motivos de atraso na nossa fila eram os seguranças que estavam a implicar com tudo. Outro problema era o facto que as pessoas que compraram o bilhete ao entrar recebiam um pulseira (por aqui tudo normal) mas cada vez que saíam e entravam no recinto tinham que mostrar a pulseira e o bilhete impresso ou no telemóvel, causando assim mais fila e atrasos.

Outro problema mas esse a nível pessoal foi a própria viagem. Foi muito cansativo ir para Lisboa e voltar para Coimbra de carro, tudo no mesmo dia, depois de horas e horas andar de um lado para o outro. Foi tão cansativo que se voltarmos a um evento destes a Lisboa vamos de transportes públicos.

Mas resumindo, foi um bom dia passado em Lisboa, rodeados de pessoas que adoramos e de um ambiente fantástico! Sem dúvida que queremos que chegue Outubro para irmos ao Iberanime Porto que este ano se mudou para a Exponor, ou seja, esperamos algo em grande!
Cristiana Ramos
Escrito por:

Estudante no Mestrado em Biologia Celular e Molecular. Viciada em livros e em roer as unhas. Espectadora assídua no cinema, especialmente se aparecer um certo Deus com cabelos loiros. Adora filmes de terror. Louca por cães (quase de uma maneira doentia), mas eles são tão fofos! Romântica incurável (apesar de não admitir).  Fã de Friends, GoT e Big Bang Theory. 

Sem comentários:

Enviar um comentário