Detective Conan


Um pouco sobre o anime

Detective Conan, foi criado em 1994 por Gosho Aoyama, estando ainda em produção.

Este anime, conta a história de Shinichi Kudo, um estudante do secundário com um único propósito na sua vida: tornar-se o próximo Sherlock Holmes. Durante o seu percurso como detetive e ir resolvendo vários crimes, a sua vida iria mudar para sempre após um encontro com a misteriosa “Black Organization”. Após ter sido apanhado a bisbilhotar um pagamento suspeito por esta organização, é-lhe dado uma droga que supostamente o mataria, mas não, em vez disso Shinichi, é transformado numa criança de 5 anos.

Sabendo agora que estes homens são capazes de tudo para atingir os seus fins, o “jovem” detetive tem de se esconder, dando a impressão que morrera naquele encontro. Para isso ele conta com a ajuda do seu amigo e vizinho Professor Agasa, que lhe aconselha a esconder a sua identidade para não pôr as pessoas de quem mais ama em risco. Então, esconde-se em casa da sua namorada Ran e do seu pai Mouri Kogoro (sendo ele um detetive privado completamente caído na desgraça), sem que eles saibam quem é ele na verdade e é aí que ele assume a identidade de Edogawa Conan.

Agora Conan tem de manter o seu disfarce e ir outra vez para a escola primária, ao mesmo tempo que se tenta aproximar da organização. Para isso, ele usa Mouri, para resolver crimes, dando-lhe com o passar do tempo, a fama necessária para tal. Na escola, ele conhece três crianças que se tornam amigos, e que o ajudam também a resolver alguns casos. Mais tarde, Conan faz um aliado muito improvável, uma cientista que trabalhava na organização na produção da droga que o fez voltar a ser criança, e que agora é procurada também pelos misteriosos “homens de negro”.

Com todas as ferramentas e aliados que tem à sua disposição, o jovem detetive consegue agora começar a fazer-lhes frente, mas nem tudo é um mar de rosas, cada vez que a “Black Organization” decide fazer uma operação, Shinichi/Conan, apesar de conseguir neutralizar alguns dos membros, ele descobre que há sempre mais alguém poderoso e perigoso que o anterior.

Será que ele alguma vez irá conseguir recuperar o seu corpo e a sua vida de volta?

Uma pequena opinião

Bem não sei por onde começar nesta análise, pois este anime é bastante complexo, portanto vamos por partes.

Para começar, temos uma banda sonora espetacular, que se consegue encaixar nos momentos certos, que consegue mostrar o que os personagens estão a sentir.

No que diz respeito ao design em si, nada a criticar, vemos um melhoramento de imagem e gráficos à medida que o anime se desenrola e boas cores. Não me posso esquecer também de salientar o magnífico trabalho do elenco de dobradores, conseguindo interpretar da melhor forma as personagens que nos vão sendo apresentadas.

Uma das coisas que notei e que me faz vibrar, é o facto de sempre que acontece algum desenvolvimento histórico, o anime passa para um nível completamente diferente, tornando-o mais apetecível para os mais velhos. É como se nos esquecêssemos de tudo o que se passou no resto da temporada e não houvesse mais nada senão aquilo e consequentemente, ficamos com aquele bichinho dentro de nós,  ansiando pelo próximo episódio.

Apesar do anime ser para um público infanto-juvenil, todas as pessoas deveriam ver, pois há episódios em que o autor transmite através dos crimes vários valores que deveriam fazer parte de uma comunidade e para o seu bem-estar.

Sempre fui uma pessoa que gosta de policiais, e apesar da história fantástica que é, não posso deixar de dizer o quão desagradado estou, pois, passados mais de 20 anos, o anime continua em produção dando assim uma continuação prolongada e desnecessária. Gosho, já anunciou que o anime e mangá vão entrar em hiato durante vários meses, será que está para breve o final que o “Detective Conan” tanto merece?
Detective Conan
Criado por:
Lançamento/Término:
Género(s):
mario torres
Escrito por:

Sou de Coimbra, sou uma pessoa que gosta de tudo um pouco, especialmente desporto e animes, e quando estes dois últimos se juntam… Também sou fã de videojogos, preferindo a PlayStation e a Nintendo, e claro gosto de um bom filme. 

Sem comentários:

Enviar um comentário