Comprar uma Xbox One agora?


A atual geração está em iminência de ser substituída, pelo menos é o que todos os rumores apontam e o próprio diretor da secção Xbox já disse na E3 de 2018 que a companhia já se encontra a trabalhar na nova máquina, por isso podemos prever que em 2019 podem vir a ser anunciadas as consolas da nova geração, com lançamento já para 2020, mas calma que isto são apenas rumores e a Nintendo ainda tem alguns anos pela frente com a sua híbrida. Agora a questão que aqui se coloca é: com esta nova geração em risco iminente de ficar para trás será que ainda compensa adquirir uma consola das três presentes no mercado e principalmente uma Xbox One? Como devem saber chegou aqui à redação uma Xbox One S adquirida durante a black friday, por isso de seguida vou tentar expor um conjunto de pontos que podem ser do interesse para quem está na dúvida se deve ou não comprar esta máquina da Microsoft. Se este correr bem farei depois também das restantes consolas.

Ponto 1: O preço!

Não posso começar por outro lado. A Xbox One S é a que tem o melhor valor do mercado de consolas atuais. Como disse adquirimos a nossa durante a black friday e com um segundo comando extra por apenas 149,99€. Agora já a podem encontrar aos preços normais novamente que continuam a ser bem competitivos em relação às concorrentes, mas podem contar com baixas de preço constantes a chegar aos valores de 199,99€ ou de 249,99€, sempre com conteúdo extra incluído. Por isso se andarem atentos aos valores da consola irão entender que conseguem adquirir esta máquinas por um preço bem aceitável para as funcionalidades que esta permite realizar.

Ponto 2: Consola mais poderosa

Se têm um pouco mais de dinheiro para gastar podem sempre optar pela versão Xbox One X, que é a consola mais poderosa do mercado atual. Nas baixas de preços também é possível encontrar a valores bem competitivos, conseguindo mesmo competir com a PS4 Slim. O que ganham com esta versão? Mais capacidade de processamento, uma qualidade 4k nativa e soberba, com frame rate altíssimo e constante, conseguindo vislumbrar qualquer um que experimente. Apenas têm de se recordar que irão precisar de uma TV rápida e com capacidades 4K para poderem desfrutar de toda a experiência da Xbox One X.

Ponto 3: Retrocompatível

A Xbox orgulha-se, e muito bem, em dizer que a sua consola é retrocompatível com a anterior geração. Sim podem pegar na vossa gigante coleção de Xbox 360 e voltar a re-jogar os vossos títulos favoritos sem necessitar de ligar novamente a velha consola. Ainda vai mais longe quando anuncia retrocompatibilidade com a primeira geração de Xbox. A consola usa o software para isso e de certa forma é uma maneira diferente de apresentar este serviço, mas funciona e está lá. O que acontece é que sempre que colocam um disco da Xbox original ou da Xbox 360 e este já é compatível com a retrocompatibilidade, a consola vai fazer download do jogo gratuitamente, sendo que de cada vez que pretendem jogar basta colocar o disco para a consola reconhecer qual é o jogo e se é compatível. Resumidamente o disco fica apenas a servir de desbloqueio para uma versão digital do mesmo jogo. Este ponto é muito importante para a marca, tendo sido a primeira a colocar disponível e a conseguir uma enorme salva de aplausos por parte do público. Por isso se são portadores de uma vasta coleção das anteriores duas gerações podem contar com um catálogo enorme para jogar na vossa Xbox One.

Ponto 4: Gamepass e os jogos

Para começar este ponto dizer que todos os jogos multiplataforma disponíveis na concorrente japonesa podem também encontrar aqui e se tiverem uma Xbox One X podem sempre contar com melhor performance e qualidade de imagem. Além de todos esses títulos, há ainda uma bela lista de exclusivos que merecem a vossa atenção. Um dos exemplos mais recentes é Forza Horizon 4 que consegue ter a destreza de como videojogo do género das corridas aliciar à venda da consola. É um facto que certos videojogos exclusivos servem de base para a venda de certas consolas e normalmente são grandes aventuras ou jogos de ação que conseguem alcançar esse estatuto, mas aqui a história é bem diferente e acreditem quando vos digo que este Forza tem força e estatuto para mostrar as capacidades desta máquina, por isso não deixem passar ao lado. Além de jogos como este a Xbox arrancou com um serviço ao estilo da Netflix onde por apenas 10€ mês têm acesso a mais de 100 jogos gratuitos. Este serviço tem de todo o tipo de títulos, desde alguns da Xbox 360 até ao mais recente Forza Horizon 4. Basta subscrever o serviço, fazer download do jogo de forma gratuita e desfrutar, mantendo sempre os títulos enquanto mantiverem a subscrição. Um serviço muito interessante que vos permite ter um catálogo carregado de bons títulos assim que ligam a consola pela primeira vez.

Ponto 5: Leitor de Blu-ray 4K

Apesar da Sony ser a detentora dos direitos do Blu-ray devido a ter desenvolvido esta tecnologia a meio dos anos 2000, é a Microsoft que apresenta o leitor de Blu-ray 4K mais barato do mercado, tendo em conta todas as funcionalidades extras. Com a Xbox One S podem contar com um leitor que vos irá permitir visualizar as novas coleções de Blu-ray em ultra qualidade, algo que é exclusivo à consola da Microsoft. Se são pessoas que não gostam de muitos aparelhos junto da televisão a Xbox One S funciona muito bem como centro de multimédia, aliás foi mesmo com este intuito que a consola foi construída, construindo assim um início bem abrupto devido a ter negligenciado o seu ponto principal: os videojogos. Felizmente as coisas mudaram de figura algum tempo depois do seu anúncio, mas não ha qualquer dúvida que a consola continua a ser um grande centro multimédia.

Conclusão

Estes são apenas alguns dos pontos mais importantes para ficarem a conhecer melhor os serviços disponíveis nesta consola. Agora a questão colocada no início: será que ainda vale a pena adquirir esta consola? Na minha opinião e tendo em conta o valor a que é possível encontrar sim sem dúvida que não se vão arrepender. As várias funcionalidades e ligação à Windows Store que permite o maior catálogo de aplicações em relação a qualquer consola. Podem fazer desta o vosso centro multimédia, contendo a melhor tecnologia para tal, assim como pode ser simplesmente a vossa consola da atual geração. Tal como costumo dizer a quem me faz a pergunta de qual consola comprar, a escolha deve pesar naquilo que realmente vão jogar e usufruir. Percebendo tudo o que cada uma tem para oferecer, desde o seu catálogo exclusivo, ao multiplataforma, até às funcionalidades extras conseguimos retirar se compensa ou não a sua compra. Agora que todos os rumores apontam para um anúncio da nova geração no próximo ano fica complicado convencer alguém à compra desta máquina, mas continua a ser um rumor e por isso continuamos sem saber o que virá aí ou quando virá, dando espaço para aproveitar a 100% uma Xbox One.
Eduardo Rodrigues
Escrito por:

Nascido em Coimbra, a residir bem perto e a estudar cá. Considero-me um geek, um devorador de filmes e adoro ler um bom Comic. Gosto de videojogos e adoro o mundo Nintendo. Tenho uma pequena coleção que vai desde a Mega Drive até à Wii U. Adepto quase fanático da Briosa e um assistente fervoroso no estádio.

Sem comentários:

Enviar um comentário