Tony Chu, Detective Canibal - Livro 3: Enfarda Brutos


Depois de ler os dois primeiros volumes da série Tony Chu de John Layman, o meu interesse por esta saga continua a aumentar cada vez que pego num novo livro! O terceiro volume da série chama-se Tony Chu, Detective Canibal - Livro 3: Enfarda Brutos e este foi tão bom quanto os outros dois volumes anteriores! Sendo uma série vencedora do Prémio Eisner e do Prémio Harvey, Tony Chu até agora mereceu o louvor que recebeu ao longo dos anos!

Neste volume, as coisas parecem estar a correr muito bem para Tony Chu! Por um lado, ele tem uma nova namorada, a linda Amelia Mintz, o seu chefe já o suporta mais e tem o melhor parceiro que alguém poderia pedir, o incrível John Colby! Mas o detective para que é perseguido pela Lei de Murphy e em cada coisa que lhe acontece de bem, há outra para acontecer de mal!

Tony Chu e Amelia Mintz começam a namorar e exploram as delícias gastronômicas da cidade em detrimento dos traficantes de carne ilegais, enquanto nos deparamos com os acontecimentos de Mason Savoy desde o seu desaparecimento no primeiro livro. Acrescentamos um frango psicótico, um jantar único de Ação de Graças com a família Chu e um misterioso raio de energia, e temos outro livro fantástico nesta série soberba.

Como de costume, John Layman fez um trabalho brilhante ao escrever esta história! Os personagens foram realmente interessantes, especialmente Tony Chu e John Colby. Eu adorei a maneira como John Layman retratou a relação entre Tony e John, pois eles têm uma ótima química um com o outro e as brigas entre eles são hilariantes, quase que parecem aquelas discussões de namorados sem sentido! Mas apesar das discórdias e das picardias, estes dois parceiros estão dispostos a protegerem-se um ao outro em tempos de perigo. Também temos mais avanços sobre o relacionamento de Tony e Amelia, formando um casal muito fofo e é possível observar a relação deles a crescer. Foi bastante realista observar como o trabalho de Tony Chu afectou o seu relacionamento amoroso. Adorei como o escritor equilibrou o humor e o horror nesta história, já que ambos os géneros se encaixaram tão bem juntos e foram capazes de criar um enredo tão interessante! John Layman continua a fornecer scripts fantásticos com diálogos vulgares e configurações brilhantes.

A arte de Rob Guillory, como de costume, é bem-humorada e interessante de se ver, pois criou um ambiente mais cómico e intenso para a história. Adorei a forma como o ilustrador fez os personagens parecerem tão exagerados, apesar de ocorrer uma série de crimes, trazendo algum humor para a história.

Assim como os dois primeiros volumes, há alguma linguagem forte e violência envolvida na história e qualquer leitor que seja mais sensível ou que tenha pouco estômago tem que ter em atenção à história de Tony Chu! Eu ainda estou um pouco chocada com toda a cena do Poyo, um frango assassino e violento. Para quem não sabe, eu tenho um certo medo e pavor de galinhas e todo o gênero dessas aves e depois de ver e ler aquela cena, juro-vos, não me aproximo de uma galinha ou galo tão cedo!

No geral,  Tony Chu, Detective Canibal - Livro 3: Enfarda Brutos é um volume fantástico para os fãs da série  e para qualquer um que adore ler sobre o drama cómico que envolve um crime! Neste volume, a história parece que nos deixam com mais perguntas que respostas, deixando-nos assim com fome por mais e mais!
9.5
Tony Chu, Detective Canibal - Livro 3: Enfarda Brutos
Incrível
Cristiana Ramos
Escrito por:

Dividida entre o mundo da Ciência e o mundo Geek. Viciada em livros e em roer as unhas. Espectadora assídua no cinema, especialmente se aparecer um certo Deus com cabelos loiros. Adora filmes de terror. Louca por cães (quase de uma maneira doentia), mas eles são tão fofos! Romântica incurável (apesar de não admitir).  Fã de Friends, GoT e Big Bang Theory. 

Sem comentários:

Enviar um comentário