Acabei de Acabar

Ark Survival Evolved - Nintendo Switch

Nintendo Switch

Ark Survival Evolved - Nintendo Switch


Quando recebi Ark para analisar na Nintendo Switch (gentilmente cedido pela EcoPlay, ao qual agradecemos desde já) estava longe de perceber as repercussões que isso traria para o meu catálogo de títulos experimentados. Não foi necessário muito tempo para me colocar a escrever e infelizmente tenho de começar pelo mais óbvio: este é, possivelmente, o pior porte a chegar à consola da Nintendo. Ark não é um jogo perfeito em qualquer outra plataforma, mas até aos dias de hoje, mesmo com os seus problemas de otimização, conseguiu oferecer uma experiência razoável e possível de ser experimentada. Talvez um dos grandes problemas desta versão na Nintendo Switch, a par com todos os problemas relacionados ao próprio jogo, é o timing do seu lançamento. As vendas vão sofrer não só por ser uma má versão, mas também pelo valor do jogo e pela altura do seu lançamento a aparecer no mercado ligeiramente antes de Super Smash Bros. Ultimato e pouco depois de Warframe. Este segundo é totalmente o oposto de Ark e tem uma singularidade: é totalmente gratuito.

A equipa por trás de Ark sempre teve problemas em otimizar este jogo e as particularidades da consola que requerem um trabalho diferente tornaram as coisas ainda mais difíceis. Como já referi, foram apenas necessários alguns minutos neste jogo para perceber os seus problemas e são imensos. Não quero estar a numerar e por isso apenas vou aconselhar a todos que se afastem desta versão, pelo menos por enquanto. Problemas no grafismo, no som e na própria performance colocam por terra todas e quaisquer aspirações que houvesse para este título. E para quem pergunta se em modo portátil a situação é diferente: não! Aliás, consegue ser ainda pior.

Sinto que esta poderá ser a opinião a um videojogo mais pequena que já fiz porque realmente não há muito a dizer. Ark: Survival Evolved é uma má conversão, tendo corrido tudo pelo lado pior do desenvolvimento. Espero que ainda consigam algum recuperação através de atualizações que possam colocar isto jogável e principalmente possam melhorar a experiência na consola. Ainda estou bem longe de ter experimentado todos os títulos da Nintendo Switch, mas acho que é seguro dizer que dentro dos grandes títulos da consola este é, sem dúvida, o título menos conseguido. Os seus problemas no grafismo tornam muitos dos locais próximos de um título de N64 e a sua má performance torna tudo pouco jogável, com quebras de framerate assombrosas e que acabam por fazer sofrer todo o jogo. O próprio som fica completamente desconexo do restante e há momentos onde parece não encaixar com o que está a acontecer. Infelizmente esta é uma versão que não temos nada de bom a referir e será talvez a nossa pior avaliação até aos dias de hoje. Espero sinceramente que a equipa que desenvolveu este título possa redimir o seu trabalho com uma atualização que resolva os vários problemas e se esse dia chegar prometemos atualizar esta opinião. Até lá só temos a dizer: afastem a vossa carteira de Ark, principalmente da versão Nintendo Switch.

Um jogo que tem imenso potencial e em cada plataforma que foi lançado ganhou um conjunto de fãs considerável, mas que apesar disso ninguém vai ficar indiferente aos problemas que aqui são apresentados. Mesmo para os maiores fãs deste jogo será uma má experiência. Como já referido, espera-se que haja uma atualização muito em breve que possa melhorar e dar uma experiência minima e jogável, mas não sonhem muito pois a equipa por trás deste jogo não fez um trabalho muito agradável em qualquer uma das plataformas. Por isso é aguardar e ver o que poderá daqui sair. Por enquanto aconselhamos a irem com muita cautela tendo em conta o valor do jogo.
2
Ark Survival Evolved - Nintendo Switch
Eduardo Rodrigues
Escrito por:

Nascido em Coimbra, a residir bem perto e a estudar cá. Considero-me um geek, um devorador de filmes e adoro ler um bom Comic. Gosto de videojogos e adoro o mundo Nintendo. Tenho uma pequena coleção que vai desde a Mega Drive até à Wii U. Adepto quase fanático da Briosa e um assistente fervoroso no estádio.

Sem comentários:

Enviar um comentário