Preview: O Homem Vazio

Argumento de CULLEN BUNN e arte de VANESA R. DEL REY

Antes de iniciar este artigo acerca de um dos mais recentes lançamentos da G Floy Studio - Portugal, tenho que informar que temos uma oferta a decorrer relativamente a esta Banda Desenhada. Por isso fiquem já a saber como podem ganhar um exemplar do livro O Homem Vazio, através do nosso Instagram.

Vamos ao que interessa. Mesmo a tempo da altura natalícia, a G Floy Studio - Portugal apresenta duas novidades na banda desenhada traduzida. Como bem sabemos, esta editora tem vindo a oferecer uma vasta gama de conteúdo traduzido e sempre com edições de luxo. Agora é a vez de apresentar-vos O Homem Vazio.

Passou um ano desde o primeiro caso confirmado da doença do Homem Vazio, e nenhuma droga ou medicamento conseguiu travar o seu progresso. A causa é desconhecida, e os sintomas incluem acessos de raiva, alucinações e demência suicida, seguidos pela morte, ou por um estado inerte e sem vida, “vazio”. E, à medida que começam a emergir pelo país estranhos cultos homicidas, o FBI e o CDC lançam uma investigação conjunta ao Homem Vazio, numa tentativa desesperada de travar um culto bizarro e encontrar uma cura para a doença.

Os nomes por trás desta obra são Cullen Bunn, que é um já conhecido escritor por aqui com Harrow County e Deadpool Mata o Universo Marvel no seu portfólio; já Vanesa Del Rey é outro dos grandes talentos da nova geração de criadores de comics. Aqui funcionam numa perfeita sincronia para vos oferecer uma história policial e carregada de terror. Envolvida numa versão distópica do nosso mundo, em que uma aterrorizadora doença tomou proporções quase... sobrenaturais. Esta é uma história completa, autoconclusiva.
Eduardo Rodrigues
Escrito por:

Nascido em Coimbra, a residir bem perto e a estudar cá. Considero-me um geek, um devorador de filmes e adoro ler um bom Comic. Gosto de videojogos e adoro o mundo Nintendo. Tenho uma pequena coleção que vai desde a Mega Drive até à Wii U. Adepto quase fanático da Briosa e um assistente fervoroso no estádio.

Sem comentários:

Enviar um comentário