Tokyo Godfathers


Um pouco sobre o anime

Numa noite de véspera de Natal, Gin, Hana e Miyuki, três sem abrigo que vivem juntos, vão a uma espécie de lixeira, na esperança de encontrar algo que lhes fosse útil, mas foram surpreendidos pelo choro de um bebé que aparentava ter sido abandonado ali. Junto dela, encontraram uma nota a pedir que cuidassem dela e um saco com alguns pertences e pistas para encontrarem os pais da bebé. Na manhã seguinte, os três errantes, decidem encontrar os pais da criança e partem para a maior aventura das suas vidas.

Quando tudo parecia perdido, eles encontram um homem que era nada mais nada menos um membro bastante importante da Yakuza que estava em apuros e decidem ajuda-lo. Este como forma de agradecimento, informa-os que a mãe de Kiyoko, Sachiko, trabalhava como empregada de bar e fornece a morada. No entanto, foram interrompidos da sua demanda quando Miyuki e Kiyoko são raptadas. É nesta altura da ação que começamos a ver as origens e motivos que levaram cada uma das personagens a levarem a vida que levam.

No momento em que tudo parecia estar a correr bem, Hana e Miyuki encontram Sachiko a tentar suicidar-se, então decidem entregar o bebé quando a senhora explica que foi o seu marido que lha tirou e a abandonou. Ao mesmo tempo, Gin encontra a morada do homem que abandonou a criança e confrontou-o com aquilo que ele fez. Quando o homem explica que o que fez foi a pensar no bem estar bebé porque a sua mulher a raptou do hospital, depois de ter sido afetada psicologicamente pela perda do seu bebé à nascença, Gin corre desenfreadamente para contar o que acabara de ouvir às suas amigas, o que resultou numa hilariante perseguição. Sachiko consegue fugir com a bebé nos braços para o terraço do prédio e atira-se, apesar de Kiyoko ter caído para uma morte certa, Hana atira-se do prédio sem pensar duas vezes, e consegue salvá-la com a ajuda do que poderá dizer-se divina.

Mais tarde nessa noite, os três amigos viram a sua coragem recompensada quando os verdadeiro pais da bebé lhes pedem para serem os padrinhos dela.

Uma pequena opinião

Quando me pediram para fazer um artigo sobre um anime que se enquadre nesta época, pode dizer-se que comecei a ver a minha vida a andar para trás, pois não podia ser qualquer anime, tinha que ser algo especial, que mostrasse o verdadeiro significado do Natal. Foi então que encontrei este filme, era perfeito para aquilo que eu pretendia deste artigo.

Enquanto via o filme, reparei que não falava apenas da época natalícia, mas que também mostra a dura realidade para algumas pessoas, neste caso os sem abrigo e como eles são tratados.

À medida que o filme continuava, eu apaixonava-me cada vez mais por ele, não só pela narrativa nem pelos gráficos, mas sim também pelas lições de moral e de vida que nos ensina, como por exemplo, não julgar um livro pela capa, pois estes três heróis deram tudo o que tinham e arriscaram as suas vidas para dar um final feliz a este bebé.

Depois de refletir bastante com o que acabara de ver, posso com toda a certeza comparar os três sem abrigo com os três Reis Magos e o bebé com o Menino Jesus. Mas provavelmente estarei só a exagerar e outra pessoa poderia fazer outra interpretação.

Posso dizer que foi um bom filme, e realmente consegue mostrar tal com disse em cima o que é o verdadeiro espirito do natal.

Feliz Natal a todos!!!
Mário Torres
Escrito por:

Sou de Coimbra, sou uma pessoa que gosta de tudo um pouco, especialmente desporto e animes, e quando estes dois últimos se juntam… Também sou fã de videojogos, preferindo a PlayStation e a Nintendo, e claro gosto de um bom filme. 

Sem comentários:

Enviar um comentário