Acabei de Acabar

Resident Evil 2

Playstation 4

Resident Evil 2


Quando regressamos a um ambiente de terror que nos tenha assustado imenso na primeira vez pode não ser tão interessante repetir e isto é algo que acontece em todas as áreas do entretenimento. Existem exceções e no remake de Resident Evil 2, a Capcom conseguiu mostrar um enorme respeito pelo que foi criado no original, melhorando ainda alguns aspetos de forma a conseguir atualizar em segurança todo o ambiente macabro e a tensa jogabilidade inerente ao título original. A equipa por detrás deste remake conseguiu pegar num título de terror clássico contendo sistemas que marcaram gerações futuras e elevar tudo a um nível que demonstra ainda ser possível criar jogos que conseguem oferecer uma experiência única a cada jogador.

Seguindo os acontecimentos do primeiro capítulo desta história, devido a um surto de um vírus altamente perigoso, Raccoon City está sob uma situação altamente delicada com mortos-vivos a ocupar as ruas e todos os locais de segurança. Tal como na versão original, teremos de escolher inicialmente entre Leon Kennedy e Claire Redfield e apesar das duas histórias serem semelhantes e os cenários serem os mesmo, há algumas coisas que diferem nas aventuras, principalmente no que toca a personagens secundários que vão surgindo, criando sub-histórias únicas que acabam por se complementar a toda a história existente. Além disso, os personagens têm também desafios únicos ao longo do jogo e se repetirem a aventura com cada um deles vão perceber que nem tudo acontece exatamente da mesma forma.

O remake de Resident Evil 2 consegue ser, no meio desta já enorme saga, o exemplar perfeito de jogo do estilo de sobrevivência clássico como só os primeiros títulos o conseguiram fazer e, ao mesmo tempo, uma demonstração do sistema de ação e aventura inerentes aos jogos mais recentes. A Capcom conseguiu não só reintroduzir o que a versão clássica ofereceu, mas todo um estilo atualizado e dentro dos padrões mais recentes do universo Resident Evil. Bem ao estilo que bem conhecemos teremos pela frente uma aventura em torno de grandes ambientes da cidade, locais sinistros e tensos como a incrível esquadra da polícia e claro os túneis subterrâneos que podem ser incrivelmente claustrofóbicos e assustadores.

Os recursos extremamente limitados, como bem conhecemos desta saga, criam situações de extrema tensão e quando pensamos superar algum desafio acabamos em cima de outro. O jogo eleva o desespero a um completo nível de loucura e transporta um ambiente que até agora não tinha sido fácil de demonstrar nas versões mais recentes, exceto no sétimo jogo. O desespero que nos fez acabar com todas as balas e agora temos um corredor estreito carregado de Zombies para ultrapassar são apenas alguns dos momentos que demonstram exatamente o que temos pela frente. 

Muito do jogo envolve a resolução de puzzles, colocando o jogador em locais complicados para conseguir encontrar algo que nos ajude a continuar. Muitos dos jogadores antigos podem pensar que entrar neste jogo vai ser um regresso completo ao título clássico, mas não podiam estar mais enganados. Apesar de a história e dos ambientes terem o aspeto que bem conhecemos, há muita coisa que está diferente, desde os puzzles que estão ligeiramente modificados até às localizações serem completamente diferentes. Os encontros com zombies também podem não ser bem onde se lembram. Além disso, um dos aspetos que mais cria impacto a quem está bem familiarizado com o original é as salas que estão tal e qual as originais, mas agora com a particularidade dos sustos não serem exatamente na mesma altura que antes e isso cria uma sensação de insegurança para estes jogadores. Conclusão? Quer sejam novos ou antigos jogadores vão ter uma experiência única e vão mais que reviver um grande jogo, vão ter uma nova dose de grandes momentos.

Resident Evil era um remake já há muito aguardado pelos fãs e depois de ter sido cancelado durante o tempo da GameCube finalmente tivemos direito a esta passagem. É um salto enorme e a espera valeu mesmo muito a pena. A utilização do motor de jogo do sétimo capítulo da saga foi uma aposta vencedora e a sua versatilidade é um ponto a favor, mostrando que funciona tão bem num jogo em primeira pessoa como em terceira pessoa e agora resta pedir muito à Capcom que leve o terceiro jogo a um tratamento destes. Adorava ver o Nemesis com um novo tom e ainda mais assustador. Para já ficamos com este grande título que sem dúvida merece que todos o joguem. Se são antigos fãs não percam a oportunidade de reviver uma aventura épica ainda com maior detalhe e com muito conteúdo novo para descobrir. Se são novos na saga podem aproveitar aqui para ver um pouco das suas origens com um ambiente altamente tenso e horrorífico!
Eduardo Rodrigues
Escrito por:

Nascido em Coimbra, a residir bem perto e a estudar cá. Considero-me um geek, um devorador de filmes e adoro ler um bom Comic. Gosto de videojogos e adoro o mundo Nintendo. Tenho uma pequena coleção que vai desde a Mega Drive até à Wii U. Adepto quase fanático da Briosa e um assistente fervoroso no estádio.

23 comentários:

  1. Já tive mas salvo o erro era na PlayStation 2

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lançamento original é da Playstation 1, mas como muitos outros o mais provável é ter jogado já na 2 :D

      Eliminar
  2. Eu estou doida querendo jogar esse jogo, mas infelizmente agora não posso gastar dinheiro. Bem, como nunca joguei nenhum dos jogos dessa franquia queria muito experimentar esse, quem sabe assim jogo mais na ps4 e deixou um pouco a switch de lado rsrs

    Com carinho Renata Prado | LuArtico |

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É realmente uma grande aposta para fazer uma pausa à Nintendo Switch :D Um grande título que está aqui... Será uma boa entrada na série :D

      Eliminar
  3. Oi, Eduardo! Tudo bem? =)

    Cara, pense numa pessoa que não sabe jogar nada! E eu me irrito mais do que me divirto, rs.
    Resident Evil eu só assisti a um dos filmes, mas nunca tinha visto um jogo. As imagens que você postou mostram que devem ser mesmo perfeito o cenário criado.

    Abraço,
    Diego | www.vidaeletras.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um jogo realmente incrível, aliás, uma saga única e com grandes jogos. Infelizmente os filmes não mostram nada daquilo que podem encontrar nos jogos. :)

      Eliminar
  4. Olá
    Estou muito animada com esse remake, pelos vídeos que estou vendo o jogo parece bem assustador, sombrio, do jeito que eu gosto, joguei o original e achei bem bacana a Capcon acrescentar novos cenários e tudo mais e não ser só um repeteco do anterior

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá :) Pelo tempo que se aguardou por este segundo título valeu bem a pena. :D Foi um grande trabalho por parte da Capcom ^^ Espero que se divirta ou assuste tanto quanto eu :D

      Eliminar
  5. Eu tô só esperando as gameplays pra assistir. Quanto mais medonho o jogo mais legal de se jogar e assistir!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para os mais assustadiços terão aqui muitos bons momentos :D

      Eliminar
  6. Eu que não sou muito de jogos fiquei super curiosa com esse.

    ResponderEliminar
  7. Não sou muito fã de jogos, mas gosto bastante dos filmes e o jogo parece bem legal!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Qualquer um dos jogos é bem melhor que qualquer filme desta saga :D

      Eliminar
  8. Estou apaixonada por essa remasterização de Resident Evil 2. Estou jogando e amando essa aventura!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este não é um remaster, mas sim um completo remake! O jogo foi completamente refeito e está excelente :D

      Eliminar
  9. Adorei a resenha do jogo, até mesmo eu que nunca joguei a franquia conseguiu despertar minha vontade de jogar. haha
    Parabéns pelo post, adorei!! 😘😘

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado :D É uma grande forma de introduzir nesta série de jogos :D

      Eliminar
  10. Capcom voltando as suas origens no melhor jogo do Residente Evil. O jogo respeita seu passado, mas inova em outros aspectos. Eu estou esperando ansiosamente o remake do Residente Evil 3 afinal, se mister x já é considerado esse grande boss imagine o nêmesis. Ótima resenha!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era mesmo excelente que tivéssemos o terceiro jogo refeito :D Esperamos também que aconteça :D Obrigado pelo seu comentário ^^

      Eliminar
  11. Oi
    sou péssima para jogar não entendo nada de jogo mesmo aqui em casa só os filhos que jogam,já vi o filme do Residente Evil mais em jogo nem sabia que tinha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A saga de filmes, que conta com 7, é baseada nos videojogos, que começaram já a meio dos anos 90 :)

      Eliminar
  12. Eu vejo meus primos jogarem esse jogo e achei demais, eles dá um susto e tanto.

    ResponderEliminar