Crónicas de um Jogador

Star Wars: Battlefront

Playstation 4

Star Wars: Battlefront


Welcome to the Dark Side of the Force! Este é o título onde os maus são muito mais populares que os bons! Temos de ser sinceros, houve imensos jogos desta Saga publicados, porém nenhum conseguiu a febre que este provocou. Um Block Buster autêntico: coincidiu com a estreia do Episódio VII, não existia uma única PlayStation 4 que não tivesse este jogo incluído, brinquedos e objectos de colecção por todo o lado, maioritariamente Kylo Ren e StormTroopers! Neste ano também foi a primeira Comicon a que eu fui, e de tal maneira era a febre que no pavilhão estava uma réplica em tamanho real de um Tie Fighter!

Experimentei este jogo num aniversário meu e começamos logo com um cenário na neve, numa base militar onde encarnamos... Darth Vader!! É extenuante jogar com ele! Atirar sabres de luz, apertar pescoços a rebeldes bafientos e chatos na sua moralidade! Uma eterna apaixonada por este belo e delicado senhor é que me fez experimentar o jogo num meio de um aniversário meu, a Cláudia Wonder Woman! O seu cognome diz-nos tudo: para além do Cosplay que usa para fazer jus à original, o seu coração ribombeia mal houve a Marcha Imperial! Este jogo faz saltar de qualquer cadeira um verdadeiro fã da Saga!

Normalmente começo por descrever o tipo de jogo, mas neste tenho de fazer um parêntesis. Como o título indica, a obra debruça-se sobre a frente de batalha da série, com o respectivo descritivo do verso nos cita: "Immerse Yourself in Your Star Wars Battle Fantasies."! É puramente tiros, canhões, tropas, lasers, naves espaciais, gritos e destruição pura e dura. A partir daí este jogo tem tudo o que existe sobre a eterna guerra da Força! Em alguns ambientes somos uma tropa rebelde ou do império, desenvolvendo-se o jogo como um first person shooter (conhecido como "FPS", aqueles bots que no ecrã só se vêm a mãozinha dos tipos com uma arma na mão). Noutro sentido, ao jogar com um herói ou vilão jogamos na terceira pessoa, e com naves espaciais, a fórmula repete-se com uma profundidade avassaladora.

Das variantes que nos são oferecidas, temos um modo solo e multiplayer. O solo é interessante, desenvolvendo-se em cenários de batalha. Temos um modo treino para a habituação com naves espaciais e todas as espécies de armas; um modo de batalha que podemos escolher ser uma tropa ou um herói; um modo survival contra vagas de inimigos, com uma procura constante de items para nos safarmos ao Império (somos sempre rebeldes nesta... é uma seca...); por fim, um modo skirmish, modo batalha com objectivos complexos, onde começamos como um trooper rebelde ou do Império, com possibilidades de utilizar armas especiais e, com um bocadinho de sorte, conseguir ser um herói!!

A disponibilidade em termos de personagens e armas é aterradora! Como um trooper, temos todo o arsenal para poder exercer o nosso melhor lado da Força: pistolas, espingardas, snipers, lança rockets, granadas, jet packs de todo o tipo, de uma maneira que quem se aplicar no modo multiplayer com tanta coisa tornar-se-á um senhor da guerra! Quanto a personagens e veículos icónicos digo o mesmo: T-Fighters, AT-ST, T-47, Darth Vader, Palpatine, Han Solo, Luke Skywalker, Boba Fett, e ainda se enumera!

Ficamos em êxtase com os gráficos e as paisagens, o jogo é mesmo muito lindo! O gelo de Hoth, o deserto de Tatooine, o verdejante de Endor, está tudo muito bem caracterizado! Até no combate transparece a beleza da Saga: a velocidade dos lasers, as armaduras dos Stormtroopers, as cinematografias e briefings, a música na batalha, tudo mesmo bom!

Neste jogo não consegui aguentar, apesar de ter experimentado todas as possibilidades, realmente Darth Vader é o meu preferido. Jogar com um vilão neste jogo é vitória garantida, passeamos e pavoneamo-nos no meio da batalha, realmente o Lado Negro da Força é poderosa!

Este é o jogo que qualquer fã tem de ter, um puro Fan Made! Uma autêntica enciclopédia do mundo das estrelas, divertidíssimo shooter, com a possibilidade de escolhermos qual o nosso lado da força! Já agora, e para quem possa perguntar, No, I'm not your father! May the Force be with you and have a nice day
Armando Mateus
Escrito por:

Gamer dedicado, leitor apaixonado e escritor nos tempos livres. Fascinado por um todo produzido pela Sociedade: a Cultura, o símbolo dos velhos e dos novos tempos!

Sem comentários:

Enviar um comentário