Novidades da Porto Editora


Já chegou às livrarias um novo volume da elogio da sombra, publicada pela Porto Editora, com coordenação de Valter Hugo Mãe. Poesia, do luso-brasileiro Fernando Lemos, é o sexto título desta coleção de poesia. Além de recolher a obra poética do autor, conta ainda com uma secção de poemas inéditos e dispersos, intitulada 500 anos de segredos. 

A arte de Fernando Lemos é uma ansiedade intensa pelo exercício da Liberdade(...) um dos exemplos esplendorosos da estetização de algo que começa por ser uma estratégia psiquiátrica e se faz arte, corrente artística e de implicações ideológicas ou filosóficas,escreve Valter Hugo Mãe no texto que acompanha a obra. Provocador, frontal, imprevisível, visual e sempre atual: agora com 93 anos, o modernista continua a envolver-se nos debates culturais e políticos de Portugal e do Brasil, onde vive há 66 anos e onde lutou contra as ditaduras de ambos os países. 

Além do texto de Valter Hugo Mãe, Poesia conta também com uma entrevista de Victor Ferreira Rocha e de vários fotogramas do seu filme. 


Kim McGrath expõe a falta de escrúpulos de sucessivos governos australianos, que nada fizeram para travar a devastadora ocupação de Timor-Leste pela Indonésia, com vista a saquear o petróleo e gás do Mar de Timor. 

Nos três anos que se seguiram à invasão de Timor-Leste pela Indonésia, cerca de 200 mil timorenses morreram (quase um terço da população). Em Passar dos Limites - A História Secreta da Austrália no Mar de Timor, Kim McGrath demonstra como os sucessivos governos australianos nada fizeram para travar este massacre pois acreditavam que, se a Indonésia assumisse a administração do Timor Português, concordaria em fechar o Timor Gap com uma linha reta, colocando todos os recursos de petróleo e gás do Mar de Timor do lado da Austrália. 

Kim McGrath foi assessora de Steve Bracks, político australiano que, desde 2007, foi conselheiro pro-bono de Xanana Gusmão em Timor-Leste. Foi aí que despertou o seu interesse pela investigação das verdadeiras intenções australianas nas negociações das fronteiras marítimas com Timor-Leste, expostas neste livro. 

Após perceber que dificilmente encontraria respostas em documentos oficiais ou registos dos meios de comunicação social - que, segundo defende, alinharam nos factos alternativos divulgados pelo governo australiano - Kim McGrath "mergulhou" em milhares de ficheiros ocultos como resumos, relatórios, pareceres do Conselho de Ministros, correspondência e minutas de reuniões que mostravam que muitos dos políticos e diplomatas em Jacarta, Lisboa e Camberra estavam ativamente envolvidos na agenda australiana do petróleo no Mar de Timor. 

Desde a década de 60, as autoridades australianas tiveram acesso a dados sísmicos e outros dados das empresas petrolíferas que indicavam a existência de reservas significativas de petróleo e gás entre a Austrália e o Timor Português, tendo, inclusive, emitido unilateralmente licenças de exploração. A partir dessa época, a Austrália conspirou para negar a Timor-Leste milhares de milhões de dólares da sua riqueza em petróleo e gás. 

Este é um livro polémico que expõe a diplomacia australiana e os seus sucessivos governos, várias multinacionais petrolíferas e o envolvimento (ou a falta dele) de Portugal nestas negociações. 
Cristiana Ramos
Escrito por:

Dividida entre o mundo da Ciência e o mundo Geek. Viciada em livros e em roer as unhas. Espectadora assídua no cinema, especialmente se aparecer um certo Deus com cabelos loiros. Adora filmes de terror. Louca por cães, mas eles são tão fofos! Romântica incurável (apesar de não admitir). Fã de Friends, GoT e Big Bang Theory.

Sem comentários:

Enviar um comentário