Kimetsu no Yaiba


Hoje venho falar sobre Kimetsu no Yaiba. Um anime feito pelos estúdios da Ufotable e estreado na primavera de 2019. Ao início, o nome e o resumo não me chamaram muito a atenção, mas cada vez mais ouvia falar desta obra, e só apanhei este anime, já tinha lançado 10 episódios. E ainda bem que dei ouvidos aos comentários e opiniões, pois foi uma experiência satisfatória.

A história começa por retratar uma família, que morava longe da cidade, por entre as montanhas. O clima estava nevoso, com tempestades a vir de tempo a tempo, mas o chão era todo ele branco e volumoso. Foi então apresentada uma família numerosa, feliz, pobre, mas trabalhadora e saudável. Este início paira sobre a personagem principal, denominado por Tanjirou, rapaz humilde, irmão mais velho que fazia tudo ao seu alcance para sustentar os seus irmãos e sua mãe, era amado por todos aqueles que o conheciam. Um dia, ele vai à distante cidade e, ao voltar para casa, fica preso numa tempestade de neve e espera, atento, que esta terminasse. Nesse tempo de espera, é nos apresentado o tema daquela época, o clima que surgia quando a noite chegava. O mundo era constituído por humanos e por criaturas, demónios, que se alimentavam com sangue humano. Quando Tanjirou houve esta notícia, sente um presságio que algo de mal iria acontecer. Quando chega a casa, depara com a sua família morta. A única sobrevivente, a sua irmã, é transformada em demónio também. E então, a jornada começa com o querer de vingança por parte de Tanjirou com quem lhe tinha aniquilado a família e a procura pela cura para a irmã, para poder torná-la humana novamente.

Primeiramente, queria falar sobre os visuais que este anime apresenta, que estão muito acima dos padrões normais. A forma como é conjugada a animação 2D com a 3D, deixou-me de boca aberta, pois nunca tinha visto um estúdio a aplicar esse conceito tão bem, de forma fluída e eficaz. Os traços negros carregados e fortes que delineiam as personagens também dão um ar diferente ao anime, bem como as suas cores desgastadas. O ambiente que gira à volta deste mundo, é todo ele único, tornando a experiência mais agradável. A soundtrack é muito boa, dando mais ênfase aos sentimentos e emoções que os episódios trazem.

O desenvolvimento de personagens ao longo do anime, é também ele muito bem feito, surgindo aspetos positivos e negativos que fazem com que as personalidades sejam impactantes. Como exemplo Zenitsu, amigo de Tanjirou, que começa por ser um chorão que reclama por tudo e por nada, mas quando é chamado a intervir nas lutas, depois de tanta saliva e ranho, é capaz de cumprir o trabalho. Algo que tenho a apontar é a caracterização da personagem principal. Anteriormente dito, que é um rapaz humilde, adorado por todos, faz sempre de tudo para cumprir o bem e nunca desilude. Na minha opinião, acaba por desiludir um bocado, pois sendo um Shounen, esta personalidade acaba por se tornar cliché e senti que era um personagem igual aos outros. Mas fora isso, fico satisfeito com algumas das suas manias e piadas, e o querer proteger a sua irmã contra qualquer um.

Quero também falar das "fight scenes" que esta obra apresenta. Até ao final da primeira metade do anime, entra um estilo mais de preparação para o futuro, um treinamento que o personagem enfrenta. Acaba por ser monótono e deixa um bocado a desejar, pois não existe grande ação. Mas depois disso, quando a ação entra, fez-me sentir um alívio, como se tivesse valido a pena esperar. E esperava, ansiosamente, todas as semanas que saísse novo episódio, pois sentia que estava a testemunhar uma obra prima, que estava a ver um dos meus animes favoritos. As lutas são todas elas emocionantes e trabalhadas até ao mais pequeno pormenor, a escolha de planos é excelente, efeitos são incríveis e, mais uma vez, a conjugação entre a animação 2D e 3D, faz com que seja lindo de ver.

Para terminar quero deixar a minha recomendação, não se vão arrepender mesmo, e esperem comigo, ansiosamente, até ao filme, que vem como forma de sequela e como continuação desta obra de arte.
9
Kimetsu no Yaiba
Incrível
Rui Brandão
Escrito por:

Nascido no norte, mais precisamente no Porto. Desde novo que sempre gostei de jogar videojogos, principalmente de computador. Gosto muito de ver animes, mas também acompanho séries e filmes.

Sem comentários:

Enviar um comentário