A Vida Extraordinária de David Copperfield

Quando uma pessoa ouve falar em David Copperfield, a primeira pessoa em quem pensa é no famoso ilusionista. Pois bem, este filme não tem nada que ver com magia ou ilusionismo.

A Vida Extraordinária de David Copperfield é o filme inspirado na obra de 1850 de Charles Dickens The Personal History, Adventures, Experience and Observation of David Copperfield the Younger of Blunderstone Rookery (which he never meant to publish on any account), ou simplesmente conhecida como David Copperfield (para os amigos).

Passado na década de 1840, o filme narra a vida do seu icónico protagonista (interpretado por Dev Patel), enquanto este se movimenta num mundo caótico, na tentativa de encontrar um lugar que parece escapar-lhe. Da sua infeliz infância à descoberta do seu dom como contador de histórias e escritor, o percurso de David – ora hilariante, ora trágico – é sempre cheio de vida e cor.

A vida de David Copperfield é retratada de uma maneira tão cativante, divertida, genuína e sincera, mas sempre mantendo uma certa leveza. Existe sempre algo positivo que se pode retirar das piores situações. Na verdade, é uma mensagem muito boa que se transmite ao espectador: não importa o quão horrível a nossa vida possa ser num determinado momento, porque só vai melhorar se não desistirmos e se nos rodearmos de verdadeiros amigos e família.

A Vida Extraordinária de David Copperfield é um filme com uma “personalidade” bastante própria. A palavra mais correcta para o descrever é quirky (peculiar e excêntrico).

Conta com um elenco fantástico, que não desilude na sua performance e eleva o filme de uma maneira impressionante. Como parte deste elenco, estão nomes bastante conhecidos como Tilda Swinton, Dev Patel, Hugh Laurie e Peter Capaldi (nosso querido 12º Doctor); e outros nomes menos conhecidos, mas que as caras facilmente o são, como Gwendoline Christie, Benedict Wong e Ben Whishaw. A variedade de actores e talento neste filme, juntamente com a realização de Armando Iannucci e argumento de Simon Blackwell, é o que traz ao filme esta “personalidade” tão forte.

É difícil descrever o quão fantástico e encantador é cada membro do elenco. Dev Patel é um protagonista excelente, mas a sua prestação é elevada pelo trabalho dos seus colegas.

Para além disto, a cenografia, o guarda-roupa, a fotografia, a produção artística em geral, são irrepreensíveis. É um filme tecnicamente impecável, mas a história e as suas personagens fazem deste filme uma experiência de felicidade pura.

Em geral, Armando Iannucci acerta em cheio, tanto no argumento como na direcção deste filme. A Vida Extraordinária de David Copperfield é uma contemporização dinâmica e bem construída de um clássico, podendo ser uma grande porta de entrada para a literatura de Charles Dickens.

A Vida Extraordinária de David Copperfield já está nos cinemas portugueses e em algumas plataformas de streaming mundiais.

Capa
7.5
A Vida Extraordinária de David Copperfield
The Personal History of David Copperfield
Realização
Estreia 24 de Setembro de 2020 Duração 01H59M (119 min)
Distribuidor
  • Elenco fantástico
  • Produção artística irrepreensível
  • Boa porta de entrada para a literatura de Charles Dickens
  • Cada personagem merecia mais tempo de ecrã
André Pinto
Escrito por: André Pinto

Engenheiro químico de dia, cinéfilo e gamer à noite, geek a tempo inteiro. Desde muito novo que a minha mãe me dizia "Não percas tempo a ver séries e a jogar esses joguinhos"... Well look at me now, mom! De todas as pancas que tenho, Harry Potter e Doctor Who são, possívelmente, as maiores de todas. Quem quiser combinar uma ida ao cinema, estou por Lisboa. Allons-y!