Assalto à 13ª Esquadra, de Jean-François Richet

Em 1976, o conceituado realizador John Carpenter lançava um filme de muito baixo orçamento. Estamos a falar de valores em torno dos 100 mil dólares e este mesmo filme acaba por ser lançado nos Estados Unidos contra muitas críticas da Motion Picture Associations, devido à violência de uma cena. Este baixo orçamento tinha um objetivo muito concreto, ser um filme exploitation, termo que tenta usar as tendências atuais para fazer muito dinheiro gastando pouco. Com pouco mais de 10 mil dólares conseguidos nos cinemas norte americanos, ficou muito difícil este filme alcançar um grande sucesso, aliado ainda a uma crítica pouco positiva. Foi apenas com o lançamento no London Film Festival que o filme finalmente alcança críticas muito positivas e assim chega aos cinemas de mais e mais países. Hoje é um filme de culto e em 2005 foi lançado um remake deste filme e é esse o título desta semana.

Assalto à 13ª Esquadra é um filme de 2005, realizado por Jean-François Richet, numa produção franco-americana distribuída pela Rogue Pictures, que na altura pertencia à Focus Features, mas atualmente encontra-se a produzir e distribuir de forma independente. O filme conta com uma equipa maioritariamente francesa, mas com um elenco bem americano, assim como os locais de filmagens que se dividem entre Detroit e Ontario no Canadá. Nos papéis mais importantes deste filme, que são praticamente todos os participantes, temos Ethan Hawke do lado da polícia e Laurence Fishburne do lado dos criminosos, aliando-se a um conjunto de nomes também interessantes como John Leguizamo, Maria Bello, Jeffrey “Ja Rule” Atkins, Matt Craven, Gabriel Byrne, Kim Coates e Brian Dennehy que infelizmente deixou-nos há menos de um mês.

O mais interessante deste filme é que não tem muito que contar. Teve uma produção relativamente direta daquilo que era, baseando-se na história do filme original, mas não sendo uma cópia completa. O orçamento não foi muito alto e as bilheteiras pouco chegaram para pagar o filme. Julgo que o filme original, apesar de ser um clássico do cinema, está presente na memória de um público muito reduzido e este remake acabou por não ajudar muito. Não sendo um mau filme, não é uma produção que vá acrescentar mais valor ao original, nem destacar-se entre outros lançamentos. Se olharmos para este como um filme série B, então temos aqui uma bela produção.

Já tive artigos nesta rubrica que me vi obrigado a parar de escrever para não ter um artigo gigante, já aqui não tenho mesmo muito mais a dizer, mas quero deixar esta nota: Se gostam de um filme de ação, crime e claro uma dose de mistério à mistura, então este é o filme para vocês. Provavelmente um título que pode tão fácil tornar-se um clássico, como o clássico em que se baseia.

Já viram? O que acharam?

Capa
Assalto à 13ª Esquadra
Assault on Precinct 13
Realização
Estreia 7 de abril de 2005 Duração 109 min
Distribuidor
Eduardo Rodrigues
Escrito por: Eduardo Rodrigues

Considero-me um geek da cabeça aos pés. Adoro uma boa leitura, apreciar a arte da BD e da Manga, ver de uma assentada aquela série ou anime incrível, ir ao cinema e devorar um filme e deliciar-me com uma aventura interativa nos videojogos e nos jogos de tabuleiro. Sou um adepto da mágica Briosa e um assistente fervoroso no estádio.