Avatar, de James Cameron

Depois de três semanas em volta de uma trilogia vamos agora passar para outros mundos, desta vez de forma literal. Para esta semana o filme escolhido foi o altamente rentável Avatar. Não estamos a falar do anime exatamente com o mesmo nome, mas sim do filme de 2009 com o realizador James Cameron, que igualmente escreveu esta história que se manteve nas gavetas até ao momento em que a tecnologia estava avançada o suficiente para a sua realização, pelo menos é o que tudo indica.

Esta foi a sua grande produção após o filme Titanic de 1997, onde novamente voltou a dar cabo de toda a bilheteira, tornando-se o filme mais lucrativo de sempre, empurrando Titanic para segundo lugar. Atualmente já vários filmes bateram a marca do 1 milhar de milhão de dólares, mas até 2009, isso não era assim tão comum. Além disso, foi o filme mais lucrativo de sempre atingindo os 2.78 mil milhões de dólares, sendo apenas ultrapassado pelo último filme dos Vingadores. Entre outras várias marcas que foram atingidas pela primeira vez ou que superou outros filmes, muitas delas acabaram apenas por ser ultrapassadas no ano passado, novamente com o filme Vingadores Endgame.

Avatar foi distribuído pela já extinta 20th Century Fox, onde juntou a Lightstorm Entertainment e a Dune Entertainment na produção do filme, contando com James Cameron no papel de realizador, guionista, produtor e ainda como um dos principais editores. A música foi composta por James Horner, conhecido por vários trabalhos com o realizador, mas não só, entre eles destacam-se Aliens (Aliens: O Recontro Final)Braveheart (Braveheart: O Desafio do Guerreiro), Apollo 13, Titanic e até o filme A Beautiful Mind (Uma Mente Brilhante).

Esta mega produção começou muito antes de passar para as filmagens, visto que já em 1995, Cameron se encontrava a trabalhar na história. Passados 10 anos, com a tecnologia já mais apurada, chegou a altura de avançar com este projeto e é assim que em 2005, James Cameron apresenta os seus próximos dois trabalhos, Project 880 e Battle Angel, este segundo uma adaptação ao manga de mesmo nome. No início de 2006, o realizador apresente o Project 880 como sendo o seu trabalho de 1995 com o título Avatar e que este seria a primeira produção, passando Battle Angle para mais tarde (10 anos após o lançamento de Avatar, em 2019, com o título de Alita: Battle Angel ou Alita: Anjo de Combate).

Ainda de destacar nesta produção foi a batalha entre a Paramount e a 20th Century Fox, devido ao nome Avatar, pois em 2007 a primeira anuncia a adaptação do anime com o mesmo nome, também com o lançamento em 2009. Uma batalha que levou a Paramout a ter de modificar o nome do seu filme para The Last Airbender.

Avatar foi ainda o primeiro filme a ser totalmente filmado em 3D e acabou por popularizar a tecnologia. Além disso, foi o primeiro que eu próprio fui ver em 3D ao cinema.

E vocês? Que lembranças guardam deste filme?

 

Capa
Avatar
Realização
Estreia 17 de Dezembro de 2009 Duração 02H42M (162 min)
Eduardo Rodrigues
Escrito por: Eduardo Rodrigues

Considero-me um geek da cabeça aos pés. Adoro uma boa leitura, apreciar a arte da BD e da Manga, ver de uma assentada aquela série ou anime incrível, ir ao cinema e devorar um filme e deliciar-me com uma aventura interativa nos videojogos e nos jogos de tabuleiro. Sou um adepto da mágica Briosa e um assistente fervoroso no estádio.