Enola Holmes – Um novo mistério a ser desvendado.

Como todos nós sabemos, Sherlock Holmes é uma das personagens mais interessantes já alguma vez criadas. Ele consegue juntar as peças do puzzle com apenas algumas pistas deixadas no local do crime e através de dedução, desperta-nos toda a curiosidade em tentar perceber como é que ele chega aquelas conclusões.

Embora esta seja uma personagem já há muito conhecida, nunca nos cansamos quando vemos que estreou mais um filme ou uma série baseada sobre isso e questionamos nos qual será a próxima aventura ou mistério a ser desvendado!

Recentemente, foi lançado um novo filme na Netflix chamado Enola Holmes, tal como o nome nos indica esta é a irmã mais nova de Sherlock Holmes, o famoso detective. Este filme foi baseado num conjunto de livros para young adult de Nancy Springer. O filme baseia-se na personagem Enola interpretada por Millie Bobby Brown está será a irmã mais nova de Sherlock Holmes (Henry Cavill) e MyCroff (Sam Claflin). Sendo esta muito mais nova que os irmãos, ela é criada apenas pela Mãe Eudoria (Helena Bonham Carter) pelo menos até ao seu desaparecimento súbito. Tudo isto faz com os irmãos voltem para casa e vejam o estado não usual que Enola foi criada, tentando mandá-la para uma casa de etiqueta de jovens mulheres.

Já vimos desde de sempre inúmeras versões de filmes e séries baseadas no Sherlock Holmes, mas esta traz-nos um história não tão focada nessa personagem mas o foco será na irmã mais nova. Esta começa por utilizar as técnicas que foi adquirindo ao longo dos anos através das leitura dos artigos sobre o irmão e das suas conversações. O que mais gostei neste filme foi a forma como a personagem principal Enola Holmes narrava diretamente para o ecrã, como se estivesse a falar connosco enquanto explicava a forma como ela tinha analisado cada peça do puzzle, explicando a sua lógica e a teoria por detrás de tudo. Isto cria um tipo de envolvimento com o filme, deixa-nos entusiasmados porque parece que fazemos parte deste universo.

Relativamente à personagem principal Enola Holmes, admito que das coisas que mais me cativou para ver o filme foi a presença da actriz Millie Bobby Brown e Henry Cavill (enquanto esperamos por uma nova temporada de Stranger Things e The Witcher). Embora a actriz seja maioritariamente conhecida pelo seu papel na série Stranger Things, estava curiosa para perceber como ela iria desempenhar este papel de irmã de Sherlock Holmes.

Acho que uma das melhores coisas que o filme tem são os actores e a excelente representação da actriz Millie Bobby Brown. Esta surpreende pela positiva, toda a sua personagem é muito carismática e divertida. A sua representação foi tão boa que durante toda a visualização do filme nem me lembrei do seu papel como Eleven. Este foi o primeiro filme da actriz com um papel principal e focado inteiramente na sua personagem e acho que ela esteve à sua altura.

A única coisa que nos desilude durante a visualização deste filme acaba por ser a sua história e o desfecho. O filme tinha tudo para ser excelente, todos os actores foram bem escolhidos para os seus papéis. Mas a história perde um pouco o seu foco, enquanto Enola começa a sua aventura para procurar a sua mãe e perceber porque desapareceu, temos várias histórias a acontecerem em paralelo que parecem ter um foco mais importante e acabam por de certa forma apoderar-se do objetivo principal, que seria encontrar a mãe. Quando esta finalmente atinge o objetivo e encontra a mãe, acabamos por ficar desiludidos com o seu desfecho da história.

Tínhamos todo um mundo alucinante de aventuras e mistério e quando chega ao final da história, Enola encontra a mãe e só se sabe que esta estava envolvida em alguns movimentos secretos e não temos qualquer desenvolvimento sobre o porquê e como. Apesar de tudo isto gostei bastante do filme e recomendo para verem uma nova história desta vez baseada na irmã de Sherlock.

Capa
7
Enola Holmes
Enola Holmes
Realização
Estreia 23 de Setembro de 2020 Duração 02H03M (123 min)
Distribuidor
  • Boa narrativa durante a visualização do filme.
  • Boa escolha de actores e suas respectivas personagens,
  • Filme cativante despertando a curiosidade para o próximo cenário.
  • História perde o foco principal da investigação.
  • Desfecho fraco precisava de uma melhoria no desenrolar da história devido ao desaparecimento da mãe.
Diana Silva
Escrito por: Diana Silva

Desde muito cedo ficando addicted em videojogos, comecei pelos clássicos como space invaders, tetris, super mário. Passando mais tarde por online gaming mas descobrindo também o mundo dos boardgames com muito por onde explorar. Apreciadora de filmes e séries televisivas, capaz de fazer binge watch e devorar uma temporada em meras horas, social life does not exist for me! (≧▽≦) Série preferida de momento: The Witcher e Friends. Quero expandir mais os horizontes neste mundo geek e acima de tudo divertir-me! (^▽^)