O Guardião Invisível (Trilogia Baztán #1)

Adaptado da série de livros da escritora espanhola Dolores Redondo, O Guardião Invisível é o primeiro filme da trilogia de Baztán que podemos encontrar na Netflix.

A história começa com a inspetora Amaia Salazar, interpretada pela envolvente Marta Etura, que investiga o assassinato de uma adolescente encontrada nua perto de um rio. A vítima é de Elizondo, cidade natal de Amaia, fornecendo narrativas paralelas à sua vida pessoal e profissional, e aos poucos vamos nos apercebendo que as várias raparigas assassinadas parecem de alguma forma estarem ligadas ao próprio passado de Amaia.

Este género de filmes que giram em torno de assassinos em série e vítimas femininas é uma história mais do que vista no pequeno e grande ecrã, e a menos que faça algo interessante ou inteligente com o enredo, é fácil perder o interesse muito rapidamente. No entanto, o que eleva esta história em comparação com outras é a profundidade que se coloca na história e nas personagens. O passado de Amaia, a crueldade que ela sofreu nas mãos da mãe e que volta para a assombrar quando ela tem que retornar à cidade onde cresceu para investigar o assassinato, tornam o filme muito mais interessante e cativante.

O Guardião Invisível é um thriller sinistro, que consegue combinar de forma estupenda o formato do assassinato com a ideia de lendas locais, levando a um acto final emocionante. De certa forma, é a combinação do uso do folclore e de personagens bem escritos que dá à história camadas sobre camadas e que fazem desta adaptação algo que não se deve perder.

Para além disso, o lado pessoal da vida de Amaia, o stress de tentar, o reconectar-se com a sua tia e irmãs, torna as coisas ainda mais difíceis tanto pessoal quanto legalmente. É o conhecimento sobre o sobrenatural da tia aliado à habilidade de investigação do seu colega Jonan que permite que se façam as conexões necessárias para levar adiante a investigação, mas apenas quando ficamos a perceber a verdadeira história de Amaia com a mãe é que o filme acelera de facto o ritmo, e peça a peça percebemos que há muito mais coisas a acontecer do que um caso de assassino em série.

O filme termina com uma cena que nos faz perceber o quanto o sobrenatural pode ser real e que o espectador não deve desconsiderar nenhuma possibilidade. Sem dúvida, uma excelente introdução para a trilogia e que nos deixa com vontade de ver mais.

Capa
7.5
O Guardião Invisível
El guardián invisible
Estreia 3 de Março de 2017 Duração 02H09M (129 min)
Distribuidor
João Simões
Escrito por: João Simões

Viajante perdido à procura de sentido nas respostas dos outros. O personagem do Forky no Toy Story 4 em plena crise existencial é o meu animal espiritual. Quando ganhar um Óscar agradeço pelo meio à Cris e ao Ed se não me despedirem até lá.