The Punisher – O Vingador, de Jonathan Hensleigh

The Punisher – O Vingador é um filme de 2004, criado pela própria Marvel Entertainment (Marvel Studios, nos dias que correm) e distribuído pela Lionsgate Films. A realização deste filme ficou a cargo de Jonathan Hensleigh e foi uma produção de baixíssimo orçamento, algo que o realizador inicialmente não esperava. O projeto foi apresentado com diversas ideias de introdução e de construção que acabaram por ter de se cortar para que o orçamento não fosse ultrapassado. Algo muito interessante a retirar deste filme é que não conta com quaisquer efeitos especiais criados em computador, todos os efeitos, explosões, tiroteios, acrobacias com pessoas ou carros são efeitos práticos e criados com duplos. O filme não foi muito bem recebido pela crítica, mas é para mim uma interessante visão da história de origem de Frank Castle e demonstra um lado mais violento dos filmes de heróis que não é muito habitual no cinema.

Como já referi, este foi um dos filmes desenvolvido entre a Marvel Entertainment e a Lionsgate Films, numa altura em que a Marvel começava a mostrar interesse em desenvolver os seus próprios filmes ou pelo menos em co-produzir. Interessante foi que a Marvel fez em 2000 um negócio com a produtora Artisan Entertainment para a produção de vários filmes de personagens da editora, onde estavam incluídos Deadpool, Iron Fist, Antman, Black PantherMorbius, entre muitos outros, em 2003. Durante a produção do filme que estamos aqui a falar, a Artisan Entertainment acabou por ser adquirida pela Lionsgate, deixando os direitos novamente livres para outros estúdios.

O realizador e também guionista, Jonathan Hensleigh não tem até à data muitos trabalhos como realizador, mas escreveu o Jumanji original, Die Hard with a Vengeance (Die Hard: A Vingança), The Saint (O Santo) e o Armageddon. Já Michael France, que ajudou a escrever esta história tem uma curta carreia no mundo cinematográfico, contando com filmes como 007 – GoldenEye, Hulk de 2003 e o primeiro Fantastic Four (Quarteto Fantástico). Já no que toca ao elenco temos Thomas Jane, como o protagonista Frank Castle, enquanto John Travolta é Howard Saint e Will Patton é Quentin Glass. Temos ainda nomes como Rebecca Romijn, Ben Foster, o humorista John Pinette, e até o wrestler Kevin Nash.

O filme arrecadou pouco mais de 10 milhões de lucro, levando a que os estúdios adiantassem uma sequela, mas com cortes ainda maiores no orçamento. Isso não ajudou e depois de algumas disputas criativas, tanto Thomas Jane como Jonathan Hensleigh acabaram por saltar fora do projeto, deixando assim o estúdio com uma nova história, onde Jigsaw seria o principal vilão, mas sem ator ou realizador. Esta sequela acabou por se tornar no novo recomeço para a franquia, lançada em 2008 como Punisher: War Zone com uma equipa totalmente distinta. Ainda a destacar é o regresso de Jane ao papel numa curta-metragem do produtor indiano Adi Shankar. Este produtor tem um conjunto de curtas-metragem ao qual ele intitula como um universo bootleg de One-Shots, onde estão inseridas histórias de Venom, Judge Dredd, James Bond, Mr. Rogers e ainda Pokémon. Este universo começou exatamente com a personagem deste artigo na curta-metragem The Punisher: Dirty Laundry.

Apesar de este não ser um filme muito espetacular no universo dos heróis da Marvel, é um dos que gosto de ver uma vez por outra. Talvez um guilty pleasure. E vocês o que acham deste título?

Capa
The Punisher - O Vingador
The Punisher
Realização
Estreia 03-06-2004 Duração 124 min
Distribuidor ,
Eduardo Rodrigues
Escrito por: Eduardo Rodrigues

Considero-me um geek da cabeça aos pés. Adoro uma boa leitura, apreciar a arte da BD e da Manga, ver de uma assentada aquela série ou anime incrível, ir ao cinema e devorar um filme e deliciar-me com uma aventura interativa nos videojogos e nos jogos de tabuleiro. Sou um adepto da mágica Briosa e um assistente fervoroso no estádio.