IIª Edição dos GEEKS d’OURO terminou e foi um sucesso

Coimbra, 18 de maio de 2020 – A apresentação dos vencedores da IIª Edição dos GEEKS d’OURO ocorreu no passado dia 16 de maio pouco depois das 21h30. Apesar de alguns problemas técnicos iniciais, o público não arredou pé e manteve-se connosco durante uma hora e quarenta minutos, afim de descobrir os grandes vencedores deste ano.

Para o Café Mais Geek, esta apresentação em formato digital foi um sucesso e os números que se refletiram numa transmissão feita em simultâneo entre o Facebook e o YouTube garantem uma aposta ainda mais forte no futuro. Sabemos que este método surgiu por força maior, tendo em conta a ideia original, mas é necessário adaptarmos-nos a novas realidades e os planos recaem numa simbiose entre a gala do ano transato com a apresentação deste ano.

Durante a hora em que os vencedores foram apresentados, alcançámos mais de 2000 pessoas e passaram pela transmissão mais de 800, mantendo-se sempre um número estável de espectadores durante a gala. Estes números apresentaram-se muito animadores para a nossa equipa, que espera ver resultados ainda melhores nos futuros eventos.

O final da apresentação garantiu ainda uma surpresa. O Dia Mais Geek Digital’20 foi finalmente anunciado, antevendo o cancelamento do evento físico como inicialmente se esperava. No próximo dia 25 de julho, vamos juntar toda a comunidade geek num evento carregado de cultura, mantendo o espírito que apresentámos na edição de 2019. Painéis de conversa e perguntas e resposta, torneios de videojogos, cosplay, entre muitas outras atividades. Mais novidades serão apresentadas nas próximas semanas através das plataformas habituais do Café Mais Geek.

O Café Mais Geek agradece a todos os que estiveram presentes, assim como a toda a Academia GEEK e a todos os envolvidos na organização. A seguir apresentamos os grandes vencedores da IIª Edição dos GEEKS d’OURO:

 

Melhor Série de Televisão Nacional:

  • Conta-me como foi Temporada 6, da RTP
  • O nosso cônsul em Havana, da Francisco Manso Produção de Audiovisuais
  • Lisboa Azul, da Take It Easy
  • Solteira e Boa Rapariga, da Ukbar Filmes
  • Sul, da Arquipélago Filmes

Melhor Série de Televisão Fantasia/SciFi:

  • The Witcher, da Netflix
  • Mundos Paralelos, da HBO
  • Watchmen, da HBO
  • Drácula, da Netflix
  • The Boys, da Amazon Prime Video

Melhor Série de Televisão:

  • Chernobyl, da HBO
  • Dark Temporada 2, da Netflix
  • Sex Education, da Netflix
  • The Crown Temporada 3, da Netflix
  • La Casa de Papel Parte 3, da Netflix

Qual a melhor série para ver de uma assentada:

  • Strangers Things, da Netflix

 

Melhor Videojogo Xbox One:

  • Gears 5, da The Coalition
  • Crackdown 3, da Sumo Digital

Melhor Videojogo PlayStation 4:

  • Death Stranding, da Kojima Productions
  • Days Gone, da Bend Studios
  • Concrete Genie, da Pixel Opus
  • MediEvil, da Other Ocean Interactive
  • Judgment, da Ryu ga Gotoku Studios

Melhor Videojogo Nintendo Switch:

  • The Legend of Zelda Links Awakening, da GREZZO
  • Luigi’s Mansion 3, da Next Level Games
  • Fire Emblem: Three Houses, da Intelligent Systems
  • Astral Chain, da PlatinumGames
  • Pokémon Sword & Shield, da Game Freak

Melhor Videojogo:

  • Resident Evil 2, da Capcom
  • Devil May Cry 5, da Capcom
  • Sekiro Shadows Die Twice, da From Software
  • Luigi’s Mansion 3, da Next Level Games
  • Star Wars Jedi: Fallen Order, da Respawn Entertainment

Qual o melhor videojogo que te faz arrancar os cabelos:

  • Sekiro Shadows Die Twice, da From Software

 

Melhor Jogo de Tabuleiro Familiar/Festivo:

  • Clube Detective, da MEBO Games (Vencedor)
  • Trapwords, da Devir (Menção Honrosa)
  • Carrossel, da MEBO Games
  • Istanbul: Jogo de Dados, da MEBO Games
  • Garum, da Pythagoras

Melhor Jogo de Tabuleiro:

  • Porto, da MEBO Games
  • Fresco, da Devir
  • Wingspan, da Divercentro
  • 6 Castelos, da Pythagoras
  • Botanists, da Agie Games

Qual o melhor jogo de tabuleiro para destruir amizades:

  • Skull, da Morapiaf

 

Melhor Livro Fantasia/SciFi:

  • A queda de Gondolin, J. R. R. Tolkien, da Editorial Planeta
  • O Despertar de Cthulhu, Lovecraft e François Baranger, da Editora Saída de Emergência
  • A Fundação, Isaac Asimov, da Editora Saída de Emergência
  • As Sombras de Lázaro, Pedro Lucas Martins, da Editorial Divergência
  • Seca, Neal Shusterman e Jarrod Shusterman, da Editora Saída de Emergência

Melhor Livro:

  • O Mundo à Beira de um Ataque de Nervos, Matt Haig, da Porto Editora
  • Lá, Onde o Vento Chora, Delia Owens, da Porto Editora
  • O Homem dos Sussurros, Alex North, da TopSeller
  • Uma Gaiola de Ouro, Camila Lackberg, da Suma de Letras
  • A fórmula do Amor, Helen Hoang, da Edições Chá das Cinco

Qual o melhor livro para ficar com ressaca literária:

  • Em Parte Incerta, da Bertrand Editora

Melhor Banda Desenhada:

  • Joker (DC Black Label); Brian Azzarello e Alan Moore (Levoir)
  • Verões Felizes 1 (Rumo ao Sul – A Calheta); Zidrou e Jordi Lafebre (Arte de Autor)
  • All-Star Superman – Volume 1 e 2; Grant Morrison e Frank Quitely (Levoir)
  • Dampyr: O Suicídio de Aleister Crowley, Mauro Bosselli (A Seita)
  • Os Meus Heróis Foram Sempre Drogados, Ed Brubaker e Sean Phillips (G Floy Portugal)

Qual é a banda desenhada com os desenhos mais épicos:

  • Descender, da G Floy Portugal

 

Melhor Manga:

  • Tokyo Shinobi Squad
  • Ebony
  • Beast Children
  • Samurai 8: Hachimaru Den
  • Charlotte Has Five Disciples

Qual o melhor manga para ler debaixo dos cobertores:

  • My Hero Academia

Melhor Anime: 

  • The Promise Neverland
  • Beastars
  • Demon Slayer
  • Dororo
  • Dr. Stone

Melhor Dobragem em Anime:

  • Ana Teresa Pousadas
  • Bárbara Lourenço
  • Rodrigo Mourão
  • Alexandre Maia
  • Quimbé

Qual o melhor anime para cantar a plenos pulmões:

  • One Punch Man

 

Melhor Filme de Animação:

  • Toy Story 4 (NOS Audiovisuais)
  • Frozen II (NOS Audiovisuais)
  • Klaus (Netflix)
  • Mr. Link (NOS Audiovisuais)
  • Como Treinares o Teu Dragão: o Mundo Secreto (NOS Audiovisuais)

Melhor Filme Fantasia/SciFi:

  • Vingadores: Endgame (NOS Audiovisuais)
  • Alita: Anjo de Combate (Big Picture)
  • Pokémon: Detective Pikachu (NOS Audiovisuais)
  • Doutor Sono (NOS Audiovisuais)
  • Glass (NOS Audiovisuais)

Melhor Filme: 

  • Joker (NOS Audiovisuais)
  • Era uma Vez… Em Hollywood (Big Picture)
  • Parasitas (Alambique)
  • História de um Casamento (Netflix)
  • O irlandês (Netflix)

Qual o melhor filme para ver a comer pipocas:

  • Todos!

Qual a personagem mais fofa da década:

  • Baby Yoda, da série The Mandalorian
Eduardo Rodrigues
Escrito por: Eduardo Rodrigues

Considero-me um geek da cabeça aos pés. Adoro uma boa leitura, apreciar a arte da BD e da Manga, ver de uma assentada aquela série ou anime incrível, ir ao cinema e devorar um filme e deliciar-me com uma aventura interativa nos videojogos e nos jogos de tabuleiro. Sou um adepto da mágica Briosa e um assistente fervoroso no estádio.