Experimentamos um jogo novo

Não sei se todos sabem, mas há jogos em que os jogadores têm de enfrentar o próprio tabuleiro. Sei que pode parecer estranho para muitas pessoas, mas este título que experimentámos na passada quinta-feira é um caso desses.
Robison Crusade: Adventures in the Cursed Island é um jogo que nos fornece uma série de cenários para podermos desvendar da melhor forma possível. Cada cenário é uma aventura bem distinta e com objetivos muito diferentes. Depois de escolher o cenário a jogar, partimos numa aventura de vários turnos, que pode variar, tentando sobreviver, salvar donzelas, fazer exorcismos, entre outros.
Ambos adorámos jogar. Experimentámos o primeiro cenário, feito para iniciantes e descobrimos uma coisa muito importante: este jogo massacra do princípio ao fim. Tudo nos tira vida, tudo nos deita abaixo. É realmente o mesmo que ser jogado numa ilha deserta, sem saber muito bem quando vamos ser salvos. Se conhecem o filme Cast Away de Tom Hanks, este é um bom exemplo para perceberem o objetivo do primeiro cenário. É um jogo que nos vai deitar abaixo a cada fase do turno, que nos faz querer desistir a cada destruição, que nos leva à completa loucura com os dados, mas é um jogo divertido e tão desafiante que ficámos com vontade de jogar mais, de experimentar novos cenários e de tentar mais uma vez sobreviver à maldita ilha!
Eduardo Rodrigues
Escrito por: Eduardo Rodrigues

Considero-me um geek da cabeça aos pés. Adoro uma boa leitura, apreciar a arte da BD e da Manga, ver de uma assentada aquela série ou anime incrível, ir ao cinema e devorar um filme e deliciar-me com uma aventura interativa nos videojogos e nos jogos de tabuleiro. Sou um adepto da mágica Briosa e um assistente fervoroso no estádio.