Guerra&Paz traz várias novidades neste mês de Maio!

Novíssima edição de O Principezinho fala com os leitores

Uma das obras mais lidas e mais amadas pela humanidade, O Principezinho é mais do que um livro, mais do que um clássico, é um derrame de ternura e compreensão que realça os valores mais autênticos da vida. Chegou a hora da Guerra e Paz o reeditar, em parceria com o Grupo Cofina. Esta nova roupagem respeita o original de Antoine de Saint-Exupéry, mas acrescenta desafio e interactividade com os leitores. Fale com O Principezinho. Já disponível nas livrarias.

O futuro antecipado da Sociedade Portuguesa de Autores

Rita Redshoes, Noiserv, Tó Trips, João Pedro Pais, David Fonseca, Boss AC, Maria Inês Almeida, Mário Botequilha, Eduardo Madeira. Da música à escrita, da televisão ao teatro e ao cinema, autores de diferentes áreas artísticas falam do seu percurso, em entrevistas de vida marcantes reunidas no livro Lugar dos Novos. O título, que conta com prefácio de José Jorge Letria, resulta de uma transcrição de 26 entrevistas feitas por Ana Aranha, para a rubrica homónima da Sociedade Portuguesa de Autores. Lugar dos Novos já está disponível nas livrarias.

Um livro encantatório e carregado de simbolismo

Na semana em que se celebra o papel dos museus no mundo, a escritora Branca Clara das Neves apresenta-lhe uma viagem cujo ponto de partida é uma exposição da cosmogonia kongo. Em Estamos Aqui, a protagonista é encantada por uma voz que a transporta até às margens do Rio Congo, a Nóqui, a Matadi, às cataratas de Ielala. Um livro encantatório, carregado de simbolismo, uma preciosidade estética, com ilustrações de Neusa Trovoada. A obra – em três línguas, português, kicongo e francês – já está disponível nas livrarias em todo o país, com a chancela da Guerra e Paz, Editores e o apoio do Fundo Cultural da Sociedade Portuguesa de Autores.

Uma comovente visita a um mundo em tempo de pandemia

Uma visita comovente, numa magnífica combinação de texto e imagem, ao mundo de ausência, abandono e silêncio gerado pela covid-19. É esta a proposta do escritor José Jorge Letria e do fotógrafo Inácio Ludgero no livro Um Mundo Aflito – Memória de Um Tempo de Ausência. Uma distopia tornada realidade, inclui mais de 60 fotografias a preto e branco, marcadas pela luz e pelas sombras de um mundo transformado. Prefaciado, com brilhantismo, pelo compositor português Pedro Abrunhosa, Um Mundo Aflito – Memória de Um Tempo de Ausência chega às livrarias no próximo dia 26 de Maio. Uma edição Guerra e Paz com o apoio da Sociedade Portuguesa de Autores, esta é a resposta imediata, directa e emotiva de um escritor, complementada pelas impressionantes imagens de um fotógrafo e pelo testemunho de um músico. José Jorge Letria aponta um caminho, o da resposta dos criadores, o da transformação de uma realidade amarga e de ausência em criação artística e pensamento.

Cristiana Ramos
Escrito por: Cristiana Ramos

Dividida entre o mundo da Ciência e o mundo Geek. Viciada em livros e viagens. Espectadora assídua no cinema, especialmente se aparecer um certo Deus com cabelos loiros. Adora filmes de terror. Louca por cães, mas eles são tão fofos! Romântica incurável (apesar de não admitir). Fã de Friends e Big Bang Theory.