Homunculus

Com o Halloween a aproximar, chegou a altura de tirar o pó de algumas mangas de horror, e encontrei esta manga na minha lista de leitura.

Homunculus segue a história de Susumu Nakoshi, um homem sem-abrigo de 34 anos. Como viveu grande parte da sua vida como um rico, Susumu é incapaz de mentalmente assumir como a sua vida é agora, e por isso vive no seu carro, agarrando-se desesperadamente ao máximo de normalidade que consegue. Entretanto conhece Manabu Ito, um doutor que lhe oferece uma quantia estupidamente enorme de dinheiro se ele fizer parte de uma experiência que envolve fazer um buraco com um berbequim no seu crânio – um processo chamado de “Trepadação” (do ingês “Trepanation“).

Este procedimento supostamente ajuda o cérebro a utilizar o seu completo potencial ao aumentar o fluxo sanguíneo, uma espécie de “terceiro olho”, que abre as possibilidades de ver coisas sobrenaturais. Nakoshi aceita fazer parte da experiência, não por acreditar em atividades paranormais, mas porque precisa desesperadamente de dinheiro. Mas para sua surpresa e incredibilidade, graças à operação, ele começa a ver ilusões na forma de estranhos monstros, chamados Homunculus. Com o prosseguir da história, Nakoshi acredita que estes monstros “trazem” mensagens secretas para ele, e vemos como estas ilusões alteram a vida dele à medida que este realiza como estas ilusões estão conectadas à sua própria vida.

Antes de mais devo dizer que esta manga é a mais louca que alguma vez li! Esta leitura faz pensar e questionar sobre a vida, tentando demonstrar como vazia é o nosso dia-a-dia industrializado e como esta está centrada em dinheiro. É difícil falar sobre esta leitura sem fazendo grandes spoilers, mas nesta manga consegues “ver” a mente de várias personagens, revelando os seus desejos mais secretos e os seus medos. Mas o que faz esta manga tão doida e diferente é a forma como esta consegue fazer fluir os pensamentos das personagens tão livremente sem quaisquer barreiras ou censuras, mesmo os pensamentos mais controversos e tabus . Por isso, se situações sexuais em ficção colocam-te desconfortável, lê com precaução, uma vez que esta manga não tem qualquer censura em assuntos sexuais (contém cenas sexuais explícitas, violação e muito muito mais).

A arte é mais antiquada, mas assenta na perfeição para a natureza desta história. As ilustrações fazem jus aos pensamentos perversos e perturbantes de cada ponto da história.

Só tenho um ponto negativo para esta manga, e é o facto de a história por vezes ser difícil de acompanhar, ficando extremamente confusa e ter que reler para tentar perceber o que se passa. Sim, Homunculus é baseada em alucinações e ficar confuso é expectável, mas não faltava nada ter às vezes um pouco mais de claridade. Mas esta crítica é meramente uma opinião e nada tira do quão brilhante é. Se gostas de mangas psicológicas ou de horror, mete esta leitura no tua lista para o Halloween. Vais ver que é viciante!

Este artigo pertence ao especial
Capa
9
Homunculus / ホムンクルス
Incrível
Criado por
Data de Lançamento 17 de Março de 2003 Volume 15
Distribuição por
  • Mexe com a tua cabeça
  • Arrepiante
  • Impossível ficar entediado com esta história
  • História por vezes confuso, o que obriga a reler certas partes
Cristina Gomes
Escrito por: Cristina Gomes

Serrana americana nascida nos anos 90, doida por mangas, manhuas, webtoons e tudo o que seja desse género... Cosplayer artesã de coisas em cabedal e adepta de noites de cinema ou sessões de "binge watching" de séries no sofá (desde que tenha pipocas).