The Justice of a Villainous Woman

Nestes últimos meses, vejo muitas mangas lançadas recentemente que começam de maneira semelhante – a protagonista morre e é transportada para o passado/ um mundo de fantasia e tem que se habituar à sua nova vida. Uma destas mangas com este tipo de enredo é The Justice of a Villainous Woman de Sola e Min (também conhecida como What it takes to be a Villainous), que retrata a história da nossa protagonista, carinhosamente chamada Charti.

A nossa protagonista acorda um dia com uma notícia chocante – perdeu o seu namorado para a sua melhor amiga (ou, neste caso, melhor traidora) e, ainda em estado de choque, cai para o rio Han. Quando acorda, descobre que o seu aspecto alterou-se completamente! De morena passou para uma loira bombástica e uma identidade completamente nova – ela agora é Chartiana Altizer Cailon, que é basicamente a vilã deste novo mundo de fantasia. Charti quer mudar a vida que Chartiana antes levava, mas assim que foi apontada como candidata para a próxima imperatriz, o seu destino ficou assente e determinado.

Como a corte imperial está cheio de esquemas malignas para acabar com a sua família, Charti tem que voltar a ser a vilã para se salvar a si e a todos que ama e, para isso, tem que ganhar a posição de imperatriz, por mais que custe.

Esta manga ainda em desenvolvimento é hilariante e excelente! Sim, é o clássico shoujo romântico, mas a história está construída de forma fantástica em que vemos uma mulher astuta dominar tudo o que a rodeia. Charti faz de tudo para ser mais esperta que os seus inimigos, o que faz com que o príncipe, que a odiava inicialmente e fazia de tudo para que ela não seja a próxima imperatriz, comece a gostar mais e mais dela. A relação entre os dois é bastante realista, tendo em conta o enredo e a ilustração desta manga realmente faz-te transportar para este mundo de fantasia e magia.

Adoro esta história e recomendo vivamente lerem-no! Dou por mim a passar por imensas emoções à medida que leio – desde gargalhadas a suspense. As ilustrações não são tão bonitas como Who Made me a Princess, mas tem o seu encanto. Sola e Min fizeram um excelente trabalho com esta manga.

Capa
The Justice of a Villainous Woman / 악녀의 정의
Criado por ,
Data de Lançamento 31 de Janeiro de 2018 Volume 98+ Capítulos
  • Romance fantasia
  • Hilariante
  • Relação crescente entre as duas personagens principais da história
Cristina Gomes
Escrito por: Cristina Gomes

Serrana americana nascida nos anos 90, doida por mangas, manhuas, webtoons e tudo o que seja desse género... Cosplayer artesã de coisas em cabedal e adepta de noites de cinema ou sessões de "binge watching" de séries no sofá (desde que tenha pipocas).