Jujutsu Kaisen – Temporada 1
Publicado a 17 Jul, 2021

Jujutsu Kaisen é o último anime do estilo Shonen a explodir no mercado internacional e a ganhar uma comunidade de fãs em rápido crescimento. Inicialmente, para ser honesto, foi algo que não me chamou muito a atenção. Parecia-me apenas mais uma história de um rapaz que ganha poderes e torna-se um dos seres mais poderosos do universo para ajudar a resolver um certo problema. Um formato que já foi feito à exaustão mas, depois de muito ouvir falar do anime, decidi dar uma oportunidade.

Para meu espanto, Jujutsu Kaisen superou as minhas expectativas, mantendo-me sempre ansioso para continuar a ver os próximos episódios e ao apresentar-me com uma história apaixonante. Apesar de seguir o mesmo molde do clássico Shonen, seguindo a história de Yuji Itadori, enquanto este tenta aprender a ser um exorcista/feiticeiro, depois de ser possuído por Sukuna (o rei das maldições), apresenta as suas próprias modificações que o tornam algo especial.

Para começar, ao contrário de muitas outras histórias do mesmo tipo, Jujutsu Kaisen passa-se no tempo moderno, não se passa no passado ou num mundo imaginário. Vermos os personagens a usar tecnologia recente para os ajudar a resolver problemas é algo muito refrescante. Para além disso, dá uma explicação excelente de porque é que nos devemos deixar emergir neste mundo, que é o nosso, mas onde existem exorcistas e maldições. Porque simplesmente apenas pessoas com poderes conseguem ver as maldições e todos os exorcistas e feiticeiros são mantidos em segredo do resto da sociedade.

Todos os personagens são muito relacionáveis, complexos e divertidos, e não apenas o personagem principal ou os seus amigos mais próximos. Jujutsu Kaisen mostra que se pode ter uma longa lista de personagens interessantes e complexos sem tirar protagonismo à personagem principal. Desde Megumi, um exorcista que consegue invocar espíritos animais para o ajudaram nas lutas, e Nobara, uma exorcista que usa um martelo e pregos para derrotar maldições, até um Panda, que tem uma backstory surpreendentemente complexa e Gojo, o personagem mais poderoso de toda a história e provavelmente o personagem mais divertido e marcante da série. Jujutsu Kaisen não tem falta de personagens marcantes que vais definitivamente querer continuar a seguir.

Os personagens são muito poderosos, o que normalmete para mim é algo desinteressante, pois ao teres personagens demasiado poderosos, os problemas que têm de resolver são pouco relacionáveis e interessantes. Jujutsu Kaisen é capaz de balancear isto, ao pô-los a lutar com maldições muito poderosas que são metáforas para os nossos problemas diários. O anime é capaz de humanizar estes personagens tão poderosos ao darem-lhe motivações e emoções muito humanas e compreensíveis.

Também as cenas de luta são algo especial. Ao ter personagens tão poderosos, as lutas poderiam ser ou demasiado rápidas ou demasiado repetitivas, mas Jujutsu Kaisen consegue oferecer-nos várias cenas de lutas que para além de serem todas diferentes, têm impacto na história e no crescimento dos personagens, tanto para os seus poderes, mas também para as suas motivações e personalidade. Isto tudo sem ignorar as excelentes cenas de ação, animação e música posta em todas as cenas.

Por fim, o humor. É muito raro ver este tipo de humor num anime Shonen, pois os escritores têm sempre medo de fazer a historia parecer demasiado como uma comédia, mas Jujutsu Kaisen fá-lo na perfeição e ajuda a humanizar os personagens. Ao pegar nestes personagens super poderosos, como Gojo, e pô-los em situações cómicas,  faz-nos relacionar muito mais com os mesmos. E já que estão a criar personagens super poderosos, porque não também não os pôr em situações com um humor muito caótico e exagerado. Adoro a capacidade de misturar humor com o ambiente escuro e de terror do resto da série, seja através de pequenas cenas durante os episódios ou através dos pequenos clipes pós-créditos dos episódios.

Não estou a dizer que Jujutsu Kaisen é perfeito. Tendo alguns dos momentos dos clássicos Shonen, em que o personagem principal ganha poderes por conveniência para a história e sem qualquer explicação ou até exagerando no lado humorista de alguns personagens, ao ponto de estes se tornarem completamente irrealistas e impossível de levar a sério. Pessoalmente, acho isto de Aoi Todo. O personagem está demasiado exagerado e sem sentido, mas o que faz de bem é muito melhor que o que faz de mal no anime.

Jujutsu Kaisen tem tudo para ser um dos maiores animes da era moderna, ao lado de Demon Slayer e Attack on Titan e espero que mantenha o mesmo nível de qualidade. De certeza que teremos vários filmes e temporadas. Quanto a mim, mal posso esperar para continuar a seguir estes personagens e todas as suas históricas complexas e apaixonantes.

Jujutsu Kaisen

Muito Bom
Criador:
Realizador:
Argumento:
Ano: 2020
Tipo: serie Episódios: 24
Distribuição: ,
Estúdio:
8
  • Positivo
  • Humor Excelente
  • Cenas de luta perfeitamente animadas
  • Personagens Marcantes
  • Animação Moderna e Cativante
  • Negativo
  • Personagem Principal clichê
  • Alguns momentos humoristicos demasiado exagerados
Escrito por:
Diogo Gomes
Milenial com mestrado em Psicologia Clínica com especialização em Sexologia apaixonado por Artes, Videojogos e Tatuagens. Auto-intitulado Rogue que constantemente se perde na sua própria imaginação.