GameBoy Color
Pokémon Trading Card Game
Publicado a 28 Jan, 2021

Pokémon, Pokémon, Pokémon! Muito vou ter a escrever sobre estes títulos mas… acho que vos apanhei de surpresa a todos ao escrever primeiramente sobre este em específico. A primeira vez que vi uma carta Pókemon, vou do Gomes Bolacha Americana que, com a sua habitual redondisse e alegria, mostrou-me aquilo que achei uma grandessíssima fatelice.

Vamos a dados em concreto, não conhecendo nada sobre aquilo do que para mim era uma importação e invenção americana na altura, o que me levava a achar que as cartas eram melhores que o jogo para o GameBoy? Nada! E ignorei o ímpeto colecionista daquele menino extremamente redondo e com uma força herculeana para a altura.

Mais tarde chegou através dos primos João Carlos, João Paulo e do meu próprio primo, vi este título e aquilo que eu achava uma fatelice ter físico era na sua forma virtual fantástico! Depressa adquiri aquele que veio a ser um dos meus jogos favoritos de Pokémon.

Creio que todos conhecem a história de Pokémon quer seja pelo Manga, pelo Anime ou por todas as versões de captura destes monstros, os quais vos posso acrescentar que este título não foge em nada aos outros. Nós somos um rapaz que quer aprender a jogar com as cartas dos Pokémons, porque se calhar é demasiado cansativo e cruel mandar pokébolas na lombeira das criaturas e poderíamos ser acusados de violência. Ao aprender, conversamos com o Professor Mason, sumidade em cartas Pokémon. Desta feita é-nos dado um tutorial como jogar com cartas em vez de ser com as criaturas. Como usamos cartas de energia para ataques, como curar Pokémons, evoluir os mesmos, como se ganha e como se perde! Temos então como no jogo normal. 6 espaços para seis monstros que possam estar no nosso Deck, podemos retirar e colocar os mesmos em jogo no nosso turno, podemos atacar ou passar a vez e vencemos quando retiradas todas as recompensas dadas pelo nosso oponente da mesa, ao derrotar o bichinho que ele tem em combate.

No fim deste combate, é nos dado um deck inicial, de 60 cartas podendo ser Charmander & Friends, Squirtle & Friends e Bulbassaur & Friends, cada um respetivo ao seu tipo. Neste jogo também temos um rival, podendo dar o nome mais inventivo que quiserem ao vosso pior concorrente.

Para colecionarmos e sermos um Grande Mestre, temos de derrotar oito clubes (não ginásios minha gente), cada um com o seu mestre. Estes clubes estão dedicados a um tipo de Pokémon, sendo todos os decks desenvolvidos em volta desse tipo. Os tipos de cartas existentes são de Água, Fogo, Erva, Psíquico, Luta, Normal, Eléctrico, e Pedra. Os Ginásios (hum-hum) Clubes têm uma forma diferente. Continuam a ser oito e estão divididos por Fogo, Água, Pedra, Veneno, Psíquico, Luta, Eléctrico e Erva. E claro que estes meninos deixaram passar uns Easter Eggs, como por exemplo, o Gene do Clube de Pedra… O tipo é o Professor Oak, o OAK!!! Como é que é possível!! Lindo!!!

A jogabilidade é excelente, como se fosse um jogo da aventura normal do Pokémon. Vamos de Clube em Clube, ganhando as medalhas. Para tal, usamos as vantagens das cartas que temos sobre as fraquezas dos tipos de Pokémon usados em cada Clube. Vamos lutando e repetindo algumas lutas, para repetirmos cartas e formar um Deck forte para o próximo clube. Quando virmos que tal e após as lutas intermédias com o nosso rival, vamos dando umas porradas valentes aos meninos da Elite Four, os Grand Masters e, ganhamos as cartas lendárias!!

O meu jogo veio com uma carta física promocional do Meowth, que rapidamente ignorei. No entanto, passei horas a jogar este jogo. Em termos de cores e de gráficos é invejável, irrepreensível. A banda sonora é memorável, e não tem nada haver com as outras versões, por isso convido-vos a ouvirem a banda sonora deste jogo! Passei horas a jogar isto, e ainda me lembro quando derrotei os Grand Masters, foi difícil mas obviamente que o sentimento de conquista foi ainda maior!

Este é memorável, para mim está no meu top para GameBoy Color! Um abraço a todos!!

Pokémon Trading Card Game
Distribuição:
Plataformas:
Lançamento: 10 de Abril de 2000
  • Positivo
  • A sinfonia
  • Os gráficos
  • É lindo JASOOOOS
  • Negativo
  • Repetitivo na movimentação no mapa
Escrito por:
Armando Mateus
Tudo se resume a uma simples forma de estar, uma boa e velha sessão de jogos! Explicar todo um conjunto de experiências passadas com a família, os amigos e simples estranhos, nas situações mais casuais como as mais caricatas para constatar a mais óbvia conclusão: Tudo é mais que um Jogo!