O Processo

O Processo é a nova série italiana que a Netflix nos traz para nos intrigar e satisfazer o bichinho do crime-mistério. Ao mesmo tempo que tece uma narrativa cativante à volta das vidas pessoais dos seus personagens principais, o enredo principal  desenrola-se no contexto de um assassinato e do seu julgamento. A escrita sólida e o ritmo compulsivo dos primeiros episódios são suficientes para nos deixar colados ao ecrã, sem grandes perdas com cenas desnecessárias.

A série começa com a introdução de Elena Guerra, uma promotora que mais tarde é solicitada a investigar o assassinato de uma menina de 17 anos chamada Angelica, que rapidamente descobrirmos tratar-se da filha biológica que terá abandonado quando era adolescente. Na oposição está o advogado de defesa Ruggero Barone, que tenta provar que Linda Monaco, a única acusada, é inocente.

O Processo desdobra-se assim na narrativa de Elena e do seu passado, e na narrativa do mistério do assassinato e do drama do tribunal em torno dele. Embora não seja uma peça perfeita, parecendo por vezes levar algum tempo para se desenvolver, mostra no entanto grande potencial na maneira como usa os advogados que constantemente reconstroem os seus respectivos casos, para nos dar uma crítica ao próprio processo judicial. O lado mais emocional e as memórias pessoais do lado de Elena na história tornam a acção no tribunal muito mais cativante, sendo talvez o que separa esta série de outras do mesmo género. A fórmula é sobejamente conhecida, mas a introdução da redenção pessoal de Elena torna cada prova apresentada contra ela mais sofrida, cada vitória mais saborosa.

Nos seus momentos finais, em vez de se limitar a uma conclusão normal, fornece uma alternativa mais realista da solução do crime, retratando apenas as teorias dos advogados sobre como o assassinato se passou. O final poderia facilmente ser estilo telenovela, mas acaba com uma nota bastante agridoce, algo refrescante e assustadoramente real. Por outro lado, para aqueles que poderão não ser fãs do género deixa-nos ainda a possibilidade de seguir a história através da personagem de Elena e a sua catarse de uma mãe que tenta consertar os erros do passado.

No final, O Processo não sendo perfeito, torna-se único e cativante.

Capa
7.5
O Processo
Il Processo
Premiere 29 de novembro de 2019
Temporada 1
Distribuição por
  • Escrita sólida da história
  • Banda Sonora
  • Construção de personagens feita de uma forma inteligente
  • Elenco como um todo traz atuações muito competentes
  • Há momentos que levam algum tempo para se desenvolverem
João Simões
Escrito por: João Simões

Viajante perdido à procura de sentido nas respostas dos outros. O personagem do Forky no Toy Story 4 em plena crise existencial é o meu animal espiritual. Quando ganhar um Óscar agradeço pelo meio à Cris e ao Ed se não me despedirem até lá.