RTP | 1986 | Pré-estreia T1 E1

Depois de tanto ouvir falar da nova série de Nuno Markl, muito à custa do seu instagram pessoal, fiquei cada vez com mais curiosidade em ver esta homenagem aos anos 80. Uma série que aproveita muito bem a moda do Stranger Things como o próprio Markl fez questão de referir no painel da Comic Con Portugal 2017.

1986 leva o telespectador para o ano que o próprio título indica, como numa autêntica viagem no tempo. Apresenta-nos um grupo de jovens portugueses que vivem num ambiente em que a política é demasiado importante.

Os cenários desta série foram encaixados nos anos 80 desde o maior até ao mais pequeno dos pormenores. Espero que se viermos a ter uma qualquer edição especial à venda nas lojas seja em VHS. Quão épico seria ir retirar o pó do leitor de vídeo para colocar uma VHS com uma série dos anos 80, que na verdade será lançada em 2018? Acho que seria um momento único e para recordar, por isso fica a dica.

Passando agora a brincadeira, achei o primeiro episódio altamente divertido. Os personagens estão muitíssimo bem caracterizados e fazem realmente lembrar os miúdos dos anos 80/90. Aliás, eu que nasci em 1990 e com uma mãe que viveu a sua juventude nos anos 80, não é muito difícil perceber que me foi incutido do princípio ao fim todo aquele espírito. Não foi assim muito difícil de me identificar com aqueles miúdos e sentir uma nostalgia enorme. Toda a banda sonora da série que entra de rompante naquilo que são os meus gosto pessoais.

Só tendo visto este primeiro episódio, acho que esta será uma série para acompanhar e espero realmente que venha a existir uma segunda temporada. Tal como Markl referiu, divulguem, apreciem, vejam e divirtam-se com esta fantástica 1986. Marquem já na vossa agenda, pois dia 6 de Março de 2018 irá estrear na RTP 1.

Capa
Premiere 13 de março de 2018 Finale 19 de junho de 2018
Temporada 1 Episódio 1
Distribuição por
Eduardo Rodrigues
Escrito por: Eduardo Rodrigues

Considero-me um geek da cabeça aos pés. Adoro uma boa leitura, apreciar a arte da BD e da Manga, ver de uma assentada aquela série ou anime incrível, ir ao cinema e devorar um filme e deliciar-me com uma aventura interativa nos videojogos e nos jogos de tabuleiro. Sou um adepto da mágica Briosa e um assistente fervoroso no estádio.