The Undoing – Première Virtual | Episódios 1 e 2

A HBO preparou um exclusivo muito interessante para o final de dia 22 de outubro: uma première totalmente virtual para uma das novas apostas do serviço: a série The Undoing. Esta série que conta com Nicole Kidman e Hugh Grant nos papéis principais e com um elenco regionalmente diversificado, com atores e atrizes um pouco por todo o planeta. Antes de assistir ao primeiro episódio, tivemos a oportunidade de assistir a uma pequena livestream, onde vários nomes importantes da produção, tal como o criador e a realizadora, assim como uma grande parte do elenco, tiveram a oportunidade de dizer algumas palavras. Além desta ocasião de conhecer o elenco mais de perto, tivemos ainda a possibilidade de assistir aos dois primeiros episódios desta série e deixem-me falar um pouco sobre eles.

Numa série de seis episódios, a visualização de dois episódios já dá uma grande visão sobre o que os criadores pretendem com esta trama. Por isso, posso desde já referir que vos espera momentos típicos de um drama, mas com momentos com uma intensidade tão interessante que acabamos por nos faz esquecer as cenas mais melancólicas. A série apresenta uma história muito próxima daquilo que pode ser real e estar bem perto de nós, com uma relação entre personagens que pode equivaler a qualquer pessoa deste planeta.

Com um primeiro episódio que escala de forma relativamente suave, mas destaca-se com um meio muito marcante e com um final que nos deixa cheio de dúvidas. Enquanto o segundo episódio, procura responder a algumas das questões sem nunca explorar em demasia as informações mais importantes, deixando em aberto uma continuidade que promete muito e espero que consiga deslindar momentos realmente bem desenvolvidos e interessantes. São dois episódios que se combinam muito bem e facilmente transportarão qualquer um para junto daqueles personagens.

Apesar de contarmos com dois protagonistas que já referi em cima, estes dois episódios são praticamente focados na agonia da personagem de Nicole Kidman. Contudo é o personagem de Hugh Grant que acaba por garantir a maioria dos momentos mais misteriosos e de tudo o que envolve a história. Já há alguns anos que se tem vindo a encontrar alguns nomes gigantes do cinema nas séries de televisão, muito devido ao investimento cada vez mais forte na vertente da ficção televisiva. Ver estes dois a protagonizar esta série, com uma qualidade de produção digna de qualquer sala de cinema parece tão natural como ver um filme.

The Undoing é uma série que merece a vossa atenção, e se forem como eu e o género drama não é a vossa praia, julgo que devem dar uma oportunidade a esta série de qualquer forma. A trama começa de forma muito positiva, com dois episódios muito interessantes onde se percebe um grande valor de produção. A qualidade é realmente soberba e a tensão é real em vários momentos de cada um dos episódios. Quando comecei a assistir, fiquei rapidamente vidrado e a aguardar pelo próximo momento, principalmente no fim de cada um dos episódios. Nada que uma série não deva sempre fazer, pois o mais importante é que no final de cada episódio nos deixem intrigados o suficiente para assistir a mais um. Por aqui posso dizer que estou intrigado por mais!

Esta análise foi possível com o apoio da HBO Portugal!
Capa
9
The Undoing - The Undoing e The Missing
Incrível
Premiere 26 de Outubro de 2020 Finale 30 de Novembro de 2020
Temporada 1
Distribuição por
  • Cada um dos episódios apresenta uma trama extremamente real e muito bem conseguida
  • O desenrolar de cada episódio deixa-nos curiosos com o que vem a seguir
  • É um drama com um toque muito profundo de thriller, o que leva a momentos intensos e interessantes
Eduardo Rodrigues
Escrito por: Eduardo Rodrigues

Considero-me um geek da cabeça aos pés. Adoro uma boa leitura, apreciar a arte da BD e da Manga, ver de uma assentada aquela série ou anime incrível, ir ao cinema e devorar um filme e deliciar-me com uma aventura interativa nos videojogos e nos jogos de tabuleiro. Sou um adepto da mágica Briosa e um assistente fervoroso no estádio.