Dreams – O sonho tornado realidade

PlayStation 4

Julgo que todos os que por aqui passam para ler alguns dos textos do Café Mais Geek relacionados com a área dos videojogos, já alguma vez na vida tiveram aquela ideia ultra milionária para o melhor e mais incrível videojogo. Pois bem, têm aqui a vossa oportunidade. Dreams é o jogo que vos dá a possibilidade de fazerem as vossas criações. Este é quase um jogo impossível de analisar por si próprio, pois é muito mais que um simples título. Por muito que aqui refira, tem de ser experimentado por cada um de vós, pois nenhuma experiência será igual e em todas as vezes que entrarem no jogo terão momentos únicos de jogabilidade e de histórias. Mais que qualquer videojogo, este está feito para todos. Podem simplesmente pegar nos sonhos criados por outros jogadores ou criarem os vossos próprios sonhos. Além disso, é possível colaborar com outros sonhos, havendo já uma série de “estúdios” que funcionam diretamente a partir do Dreams.

Dreams é um videojogo, é uma plataforma de desenvolvimento, é uma rede social, é um espaço de imaginação, é tudo aquilo que quiserem que seja. É assim que se forma este jogo e o facto de já estar em fase beta há muito tempo, acaba por ter no seu lançamento um conjunto de conteúdos altamente interessantes para explorar. O primeiro e o mais importante que vão receber com o lançamento do jogo é mesmo O Sonho de Art, que foi totalmente criado dentro da plataforma, pela própria Media Molecule. Esta pequena aventura pretende levar os utilizadores por uma viagem experimental, onde a história não teme abordar temas interessantes e pesados, mas procura apresentar algumas das possibilidades de criação no jogo. Uma história realmente muito boa, com grandes momentos e onde passamos por estilos completamente diferentes, desde plataformas 2D, point and click, shooter, terceira pessoa, entre outros. Uma construção sólida e que faz exatamente aquilo a que se propõem.

Quando começam a explorar todo o potencial do jogo começam a perceber o quão longe estamos em Dreams. Não consigo parar de pensar que este título não pode ser caracterizado ou até mesmo opinado da mesma forma que todos os outros, pois isto vai bem mais longe. Durante os primeiros minutos que o jogo nos introduz à criação de sonhos pode ser, digamos, que ligeiramente esmagador em conteúdo para explorar e criar. Apesar do imenso conjunto de ferramentas disponibilizadas ao utilizador e os diferentes blocos já preexistentes fornecerem uma boa base para as vossas criações, podem ainda trabalhar manualmente e desenvolver os vossos próprios objetos. Desde som, imagem, estilo, música, personagens, história… tudo, mesmo tudo está ao vosso alcance e se julgam que nem todas as áreas que envolvem a criação de um videojogo são boas para vocês, então juntem-se a uma equipa e ajudem na construção de outros sonhos. Os tais estúdios que falei anteriormente estão cada vez mais compostos e em poucos dias da versão final estar no mercado, já existem conteúdos realmente incríveis para serem testados.

Quero assim chegar ao universo imenso de sonhos que têm à vossa disposição para experimentar. Dreams não é só criar, mas sim um conjunto de géneros totalmente distintos e que vos vão agarrar por horas a fio. Poderão encontrar jogos de plataformas, de ação, aventura, corridas, tudo em 2 dimensões, 3 dimensões ou quem sabe uma mistura de ambos. Primeira pessoa, terceira pessoa ou visão isométrica, um jogo de estratégia… Quem sabe? Só tu poderás descobrir as maravilhas que este título tem para oferecer. É incrível as possibilidades que aqui nos apresentam. Já referi esta palavra anteriormente, mas a verdade é que existem infinitas possibilidades. Quer gostes de criar ou de simplesmente tenhas um gostinho por experimentar títulos ainda em desenvolvimento, ou pequenos projetos independentes, então Dreams é a resposta.

A possibilidade desta ser a entrada de futuros estúdios independentes é muito forte e já foi referido pelos próprios criadores deste título, que não está de fora a possibilidade de no futuro, pequenos jogos independentes poderem largar as amarras de Dreams. Nos moldes atuais, apenas pessoas com este título podem experimentar os sonhos de outros utilizadores, mas havendo a possibilidade destes saltarem para fora da plataforma e tornarem-se jogos totalmente independentes é altamente aliciante para muitos. Quem sabe esta não é mesmo a oportunidade para descobrires aquele talento escondido de desenvolver videojogos e criar uma bela obra. É interessante ver também que nem todos usam esta plataforma para criar um videojogo interativo, e no meio de todo o catálogo de experiências encontramos todo o tipo de conteúdo, incluindo alguns momentos cinematográficos e ainda imensos dioramas altamente realistas. O nível de detalhe e realismo em alguns é de deixar qualquer um de queixo caído, pelo menos da minha parte que qualquer nível de construção minha ainda não passou de uns simples blocos sem qualquer tipo de sentido.

SURViVE - Teaser - HD open world survival RPG

Dreams é talvez uma das mais perfeitas criações que já vi no mundo dos videojogos. Todas as possibilidades que nos transmite e as ideias que podemos encontrar por lá é de loucos. Em apenas alguns dias já encontramos material com um nível de qualidade e profissionalismo que me deixou totalmente surpreendido, por isso imaginem o que poderemos encontrar daqui por uns meses ou mesmo anos. O potencial deste título é extremamente alto e em termos técnicos é um dos trabalhos mais bem construídos que se viu nesta geração. Algo que no papel parece tão simples, mas é uma área que necessita fortemente da sua comunidade para sobreviver e das suas criações para ser realmente um espaço de desenvolvimento com grande reconhecimento. A Media Molecule soube construir a sua plataforma e com um desenvolvimento que durou um considerável conjunto de anos. De lembrar que Dreams foi anunciado em 2013 e que o seu desenvolvimento deverá ter começado algum tempo antes da sua apresentação oficial. Apesar de mais de 7 anos de desenvolvimento foi sem dúvida um trabalho compensatório e O Sonho de Art demonstra exatamente a paixão encaixada em todo este projeto.

Sem ser um videojogo propriamente dito, este funciona mais como uma verdadeira ferramenta de desenvolvimento e com uma forma muito divertida e principalmente intuitiva, transforma qualquer utilizador num independente  desenvolvedor de videojogos. O único ponto onde este jogo poderá pecar de alguma forma é que poderá tornar demasiado complexo para a grande maioria dos utilizadores, mas nunca deixa de oferecer algo para todos. É um título muito completo e não tenho muito a referir de negativo que possa de alguma forma destruir a vossa experiência. Julgo que é necessária alguma dedicação e com uma boa dose de horas estarão a desenvolver ambientes super interessantes. Dreams é realmente perfeito e agora chegou a altura de deixarem os vossos sonhos florescerem e não se esqueçam de nos informar com as vossas criações, que teremos todo o gosto em experimentar e partilhar.

Esta análise foi possível com o apoio da PlayStation Portugal!
Capa
10
Dreams
De Culto
Data de Lançamento 14 de fevereiro de 2020
Editado por Distribuido por
Lançado em
  • Nível de criações praticamente infinito e onde apenas a tua criatividade vai importar.
  • Estilos gráficos altamente distintos e que mudam a cada exploração no mundo dos sonhos.
Eduardo Rodrigues
Escrito por: Eduardo Rodrigues

Considero-me um geek da cabeça aos pés. Adoro uma boa leitura, apreciar a arte da BD e da Manga, ver de uma assentada aquela série ou anime incrível, ir ao cinema e devorar um filme e deliciar-me com uma aventura interativa nos videojogos e nos jogos de tabuleiro. Sou um adepto da mágica Briosa e um assistente fervoroso no estádio.