Minecraft Dungeons

Xbox One

Desde o lançamento de Minecraft e principalmente desde que toda a febre por este jogo apareceu, nunca me suscitou grande interesse. Foi um jogo que nunca explorei em demasia ou perdi horas a construir. Sempre julguei que faltava um elemento que para mim é importante: uma narrativa estruturante que me permita aprender mais sobre aquele mundo. Compreendo todo o alarido em torno do jogo, pois permite uma exploração e desenvolvimento único. Como muito sempre me disseram, é como se fosse LEGO digital. Contudo, não estamos aqui para falar ou escrever, acerca de Minecraft, mas sim de Minecraft Dungeons, que é um jogo bem diferente do seu original.

Minecraft Dungeons complementa o jogo base com uma aventura mais linear, com uma narrativa leve e num estilo bem conhecido por fãs de jogos como Diablo, mas vamos por partes. Quando começamos esta aventura é-nos apresentado uma introdução muito básica em relação aos acontecimentos que antecedem o início da história do nosso herói. Escolhemos um herói dentro dos padrões existentes e entramos na aventura. O sistema é em formato de missões que vão culminar numa missão final, tendo mais conteúdo que chegará num futuro próximo. As missões em si, apesar de nos apresentarem um pouco mais da narrativa, esta é diluída e a ação é o mais importante. Lembrando que o facto de nos levarem a caminhar entre missões de forma a evoluir o nosso personagem, para facilitar as últimas missões, faz com que a história não se possa apresentar como profunda.

O jogo tem exatamente o mesmo estilo de combate que qualquer outro jogo do género, nunca esquecendo o jogo original quanto ao ambiente, inimigos e forma de ataque entre o nosso herói e tudo o resto. Apesar de tudo isto é Minecraft e tudo no jogo nos faz lembrar isso, incluindo a forma de jogar, que apesar de estarmos longe do estilo original, tudo funciona como os fãs de Minecraft já conhecem. Contudo, não esperem montar bloco sobre bloco, ou construir as vossas armas, aí Dungeons já funciona dentro do género onde se insere. Matar inimigos e explorar o ambiente permite-vos garantir mais e melhor material para utilizar nos próximos combates. Os diferentes tipos de armas existentes garantem um conjunto interessante de estilos de jogo, possibilitando a qualquer momento uma mudança drástica do estilo.

O que acabei de referir acabou por ser um ponto positivo na minha aventura por Dungeons. O último jogo que me aventurei neste género foi Diablo e aí, como vocês devem saber, as personagens têm características que nos ajudam a perceber em que estilo de jogo queremos avançar. Se preferimos um personagem mais lento, mas mais poderoso, ou um personagem mais rápido, mas o seu poder menor faz com que tenhamos de nos afastar, ou então um personagem mágico. Aqui isso não existe exatamente desta forma. O nosso herói é igual, independentemente do que escolhermos no início e serão as armas que vão formatar o personagem e a própria aventura. Temos dois slots para uma arma de alcance curto e outra de alcance longo, mais três slots para magias e por último um onde podem adicionar uma armadura, que digo desde já algumas são totalmente hilariantes. Referindo ainda as armas, tanto a de alcance longo como a de curto, podem ter diferentes tipos de ação, mais rápidas, ou mais lentas, mais ou menos poderosas. Isto vai ajudando a personalizarmos o nosso herói da forma como preferimos combater.

Apesar de tudo Minecraft Dungeons é um jogo interessante, utilizando um grande pedaço do lore existente no jogo original e criando uma aventura que será agradável mesmo para quem não seja fã do universo. É uma forma diferente de entrar neste mundo cúbico e o charme do jogo original está todo aqui, em todo o ambiente envolvente assim como em todos os objetos, personagens e inimigos. Contudo, apesar de ter gostado deste título não está, pelo menos inicialmente, um jogo perfeito, bem longe disso. É um jogo extremamente curto para um só jogador e apenas o online e o modo cooperativo irá oferecer razões para se continuar a jogar. Tal como o seu original, prende-se muito ao formato de jogar com outros, mas apesar de em Minecraft, mesmo sozinhos conseguirmos explorar e aventurar-nos numa louca construção, em Dungeons chegamos a um pouco de repetição continua e acaba por perder o interesse. Haver mais conteúdo no futuro, como já está programado, talvez vá ajudar a evoluir este jogo e o tornar mais interessante, mas por enquanto estamos neste formato.

Minecraft Dungeons é uma adição interessante a esta saga, que até ao momento não tinha fugido muito à fórmula. É aqui que aparece também a Mojang Studios, que finalmente se estabelece como um importante marco no grupo da Xbox Game Studios. Vai ser interessante o que poderá surgir daqui para a frente com esta nova marca. Vamos ficar atentos. Só para terminar, o estilo gráfico apresentado é já por si muito interessante, demonstrando um nível de luz e ambiente muito bem construído e ainda me deixa mais curioso para ver este título a funcionar na tecnologia da próxima geração. Experimentem, explorem, mas principalmente façam-no com um, dois ou três amigos, pois a experiência será bem mais interessante e poderão assim tirar todo o potencial deste jogo.

Esta análise foi possível com o apoio da Microsoft!
Capa
8
Minecraft Dungeons
Muito Bom
Data de Lançamento 26 de maio de 2020
Editado por Distribuido por
  • Jogabilidade sólida e divertida
  • Modo cooperativo melhora significativamente a experiência
  • Dificuldade bem estruturada ao longo da aventura
  • Conteúdo para um jogador aquém das expectativas
  • Exploração vs Recompensa
Eduardo Rodrigues
Escrito por: Eduardo Rodrigues

Considero-me um geek da cabeça aos pés. Adoro uma boa leitura, apreciar a arte da BD e da Manga, ver de uma assentada aquela série ou anime incrível, ir ao cinema e devorar um filme e deliciar-me com uma aventura interativa nos videojogos e nos jogos de tabuleiro. Sou um adepto da mágica Briosa e um assistente fervoroso no estádio.